Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VERBO DO DIVINO ESCULTOR DO UNIVERSO



O céu e a terra foram criados

Vistas excelsas finalizaram as trevas
Energia incandescente dos corpos celestes
Reuniu suas forças e disse: Faça-se a luz !
Bela batuta regendo a grande orquestra
Operando a escultura do Orbe Terrestre

Dadivoso poder que deu inicio ao cosmos
Oásis de beleza, fertilidade e riqueza.

Deus formou, pois, o homem.
Inspirou-lhe o sopro da existência
Vivente, então, ele se fez.
Instaurou em seguida o ÉDEN
Nascendo da terra árvores e bons frutos
O indispensável aos seres do porvir

Entendeu que o homem estava só
Sábiamente lhe deu uma companhia
Criou a mulher, enquanto ele dormia
Uniu dois seres para viverem em harmonia
Lábios soberanos que beijavam com alegria
Talhando a vida com firmeza e maestria
Objetivando a mais pura sintonia
Repousa em sua grandeza e a pureza silencia

Digitais divinas nas galáxias infindas
O Verbo do amor criou a vida

Um apenas: Onipresente, Onipotente e Onisciente
Nada LHE é superior
Infinito e soberanamente bom
Verbo da Criação, palavra sem fim
Eternidade de cores, amores e sabores
Regência majestosa da melodia mais formosa
Som da Orquestra Universal, que todos ouçam:
O Céu e a terra passarão, mas SUA palavra não passará.



“ EU ESTOU CORRENDO À MARATONA DE ACRÓSTICO. VEM COMIGO!"


Amália C. Klopper



MEG KLOPPER
Enviado por MEG KLOPPER em 23/02/2006
Reeditado em 28/03/2006
Código do texto: T115195

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Enviando um e. mail solicitando autorização.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
MEG KLOPPER
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
311 textos (917102 leituras)
38 áudios (68634 audições)
3 e-livros (3129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:10)
MEG KLOPPER

Site do Escritor