Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
EU TE AMO (II)


E - Eu afirmei um dia que o amor é igual a uma rosa ainda em botão.
U - Uma verdade que ninguém, em sã consciência, poderá negar.

T - Também disse que nunca estaremos isentos de sermos feridos
E - E/ou mutilados por seus espinhos, os quais poderão nos machucar.

A - Afirmei, ainda, que esses espinhos poderão deixar em noss’alma
M - Marcas visíveis ou não aos olhos de outras pessoas que amam,
O - Obrigando-nos a ficarmos com receio de novamente amar.
Germano Correia da Silva
Enviado por Germano Correia da Silva em 04/06/2006
Reeditado em 07/09/2006
Código do texto: T169363
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Germano Correia da Silva
São Paulo - São Paulo - Brasil
454 textos (52245 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:25)
Germano Correia da Silva

Site do Escritor