Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anos... longos

Amor de alma, alams ligadas pela mãe real
Labios de jovem que são de mãe precoce
Espirito de luta que é de ternura, pura
Sonhos de jovem que habitão o corpo de meia lua
Serenatas jamis ouvidas, mas tocadas ao som de Morfeu
Amores pela janela, até que um a tomou ao ar
No badalar da meia noite serás feliz
Demonios nos buscão pela vida, nos buscão pelos becos
Raiva e ódio os atraem, irmã, livresse de tais seres...
Ame todos e a si mesma, o espelho que exite em si

Faltas são necessarias
Rancor e outras emoções nos crião
Amor só, esse nos leva ao sublime
No limiar da sua vida verá que és jovem
Como a lis do campo novo
Onde tudo reside você, onde vejo a ti

Seres de luz a rodeião, abra as portas escuras
Aonde nada é irreal
No mar das felicidades...
Tanta felicidade..utopia real...não é sonhar..é viver
Ande buscando a si, buscando a Deus em si
Nunca esqueça de origens, ternas ou bruscas
Ame a todos, assim como eu amo, e a ti em grau maior

Gustavo Franco
Enviado por Gustavo Franco em 22/08/2006
Código do texto: T222852
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gustavo Franco - http://recantodasletras.uol.com.br/autores/gustavofranco). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Franco
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 27 anos
51 textos (2050 leituras)
1 áudios (22 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:03)
Gustavo Franco