Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

sem conceito

atirar-me-ei na fronteira de um pré-verão a
passos medidos por um engafinhamento de corpos
num tango dançado,
nessa bela tarde risonha
a esconder a melancolia do céu
que me vê com desdém e compassividade,
e se diz, num sopro de ar
com acorde disonante,
promôter da dicotomia
própria do olhar,
e ao chegar na outra estação,
descerei deste trem que levará eu,
e os climas,
lá chegando, desligarei o tempo
Antero Kalik
Enviado por Antero Kalik em 13/10/2006
Reeditado em 04/04/2017
Código do texto: T263770
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antero Kalik
Paris - Île-de-France - França, 39 anos
300 textos (4159 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/05/17 18:43)
Antero Kalik