Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rápido cantar

A pequena cigarra
Com seu estridente canto,
Que passava pelo espectro
Atormentando os ouvidos do entardecer
— passageira do acaso, ingênua,
Nos espaços dos ipês;
A pequena cigarra,
Apagado o seu canto,
Estava esturricada e infeliz
E nenhuma aura para levar:
Mortalha de exíguas franjinhas
Que foi sua estrutura de folia.

Sugere um bronze
E é um alvo sombrio na árvorer.
Foi canto esvoaçado, pequena
Fortuna em lenta flecha.
Dissolveu-se a máquina sucinta
Na abreviada propensão.
E o maior cordato do planeta
Sabe que não a pode restabelecer.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 18/11/2006
Reeditado em 18/11/2006
Código do texto: T294550
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79551 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:07)
R J Cardoso