Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Louco Vivo Pouco

L argos passos dados
O nde não se vê o chão,
U rsupador de devaneios
C aricatura de um cidadão.
O s olhos curiosos

V estindo a multidão
I mitando sombras
V ivendo em vontades absurdas
O outro lado da razão

P odem o chamar de louco
O stentando seu ser sem censura
U ltrapassa os limites sem saber
C erto ou errado, quem há de dizer?
O seu ato é sem cortes, vive por prazer!
Débora Castro
Enviado por Débora Castro em 29/08/2007
Reeditado em 05/07/2011
Código do texto: T629265
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Castro
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
114 textos (5643 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 10:07)
Débora Castro