Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

1483- BANDEIRA DO BRASIL-Soneto camoniano decassílabo-heróico

1483- BANDEIRA DO BRASIL

Soneto camoniano decassílabo-heróico
Por Sílvia Araújo Motta.

Ordem e Progresso (for)te esquema en(cer)ra
nos vinte e seis Es(ta)dos da Na(ção;)
em cada estrela a(pon)ta a posi(ção)
da mãe que embala os (fi)lhos desta (ter)ra.

Se for preciso (ir), à luta, à (guer)ra,
brasileiros i(rão) buscar a a(ção)
pra defender o (nos)so bel tor(rão);
seja onde for, no (mar), no ar, na (ser)ra...

Brasília traz Dis(tri)to Fede(ral):
mais uma estrela (mos)tra, com cer(te)za,
no espaço azul-ce(les)te, toda or(na)da.

No pavilhão com (ver)de nacio(nal,)
cor amarela (do ou)ro tem gran(de)za
que representa (nos)sa Pátria a(ma)da.
-
Belo Horizonte, sete de setembro de 2007,
185º aniversário da Independência do Brasil.
Silvia Araujo Motta
Enviado por Silvia Araujo Motta em 10/09/2007
Código do texto: T645894
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvia Araujo Motta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 66 anos
6949 textos (700070 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 22:59)
Silvia Araujo Motta