Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homenagem a Paola Bittencourt

Presto o meu preito, a quem advoga o direito: -



Pouco não! Talvez um pouco acanhada...
Assim se mostra esta advogada
Onde há desejos de um poeta sedutor.
Lobo e a lua cheia estão de chegada,
A madrugada livre, vem plena de amor.

Belo soneto uterino. Que criação...!
Isso faz em tudo banir a solidão.
Tu que lançaste da mão a escrita
Textualizando a mais bonita
Em busca de amor. Que importa
Nas loucuras de amor, já não suporta
Cativar os anseios, na tortura ou na vaidade.
Onde há lágrimas ocultas, escondem a sensualidade.
Uma cicatriz, inteiramente tua
Revelas aqui na  grande sinceridade
Toda a tua riqueza humilde. Nua e crua!

Zé Albano
Enviado por Zé Albano em 20/09/2007
Código do texto: T660349
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zé Albano
Portugal, 66 anos
1190 textos (81433 leituras)
9 áudios (640 audições)
1 e-livros (93 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 08:47)
Zé Albano