Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homenagem a NATHALYA ETCHEBEHERE

Pela sua atitude, vamos aplaudir a juventude: -



Nossa última carta de amor
Aprendi a escrever por linhas tortas,
Tudo em lições de vida, o pormenor
Habilmente a chama vem abrir as portas.
Apostas? o meu vício...você...
Levando  ao pecado capital.
Y, de lembranças que se vê
Através dos beijos roubados na luz matinal.

Eterno, em sentimentos de reflexão
Tens a minha voz, minha canção
Colorida com momentos de saudade.
Há ainda enquanto anoitece
Em que falando de amor de repente,
Basta por enquanto o amor que se tece
Extasiando na desconta, o calor que se sente.
Há sempre um agradecimento, um obrigado
E com mérito de ambos no acto.
Revelo o meu presente p'ra você com agrado,
Em pensamentos vagos, não! Mas no facto.
Zé Albano
Enviado por Zé Albano em 19/10/2007
Reeditado em 19/10/2007
Código do texto: T700678
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zé Albano
Portugal, 66 anos
1190 textos (81433 leituras)
9 áudios (640 audições)
1 e-livros (93 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 08:47)
Zé Albano