Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RAZÃO

                       RAZÃO

Veja meus olhos... suplicam ternura...
Entenda minh’alma que sofre por ti
Rogando à teus pés quase em desventura,
Amor para o nosso jardim  existir...

Jogo em tuas mãos a vida que resta,
Ainda que digas guarda-me rancor...
Cantando ou chorando, a vida não presta,
Onde não existe um pouco de amor.

Leia neste ser que vaga sem rumo...
Há em seu rosto  o semblante que prova
Encontrar em ti, o céu em resumo.

Ainda não conheço o teu caráter real,
Mas algo me diz ser alguem que suponho...
Alguém a quem dedico em vida, meus sonhos...
Jacó Filho
Enviado por Jacó Filho em 20/10/2007
Código do texto: T701999
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jacó Filho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
3365 textos (286237 leituras)
1 e-livros (292 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 03:26)
Jacó Filho