Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acróstico ''Mulher em poesia''.

M ulher; uma poesia em forma de mulher.
U ma apenas uma mulher, pra mim já é o bastante.
L ua do meu sol, mesmo a noite vejo teu brilho.
H orto das ágatas margaridas rosa flores de lírios
E strela do meu presente, fruto doce do meu pomar.
R eal e verdadeira, até nas maiores dores do parto.

E m sua vida o amor é afeto que a leva ao feto da vida
M ulher mãe, na dose e na medida mais que exata.

P orto meu porto, de porta sempre aberta pro meu mar.
O tudo do meu todo, o todo do meu tudo por inteiro.
E ssência primordial dos meus versos, rimas e estrofes.
S erenidade representada no falar e no encanto, meu mel.
I luminadora dos meus dias e musa desses versos poéticos
A ti tenho dedicado todos os meus melhores momentos.

Dedico esse acróstico ''Mulher em poesia'' a todas as mulheres do mundo em especial a minha mulher, Ivone Luíza da Silva, que não tem fugido da luta, esta sempre ali na batalha, uma guerreira.

José Aprígio da Silva.
Feito: 26/10/07.

JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Enviado por JOSÉ APRÍGIO DA SILVA em 26/10/2007
Reeditado em 26/10/2007
Código do texto: T710726

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 57 anos
1698 textos (153738 leituras)
1 áudios (36 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 13:04)
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA