Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homenagem a VestidadeÁgua

Com poesia, temos alegria: -





Vendo puros desenganos no treino da sinuosidade
Em percepção nocturna, ouça a melodia do cio
Sempre no riacho doce de paz e felicidade,
Tendo êxito, a segunda receita neste desafio.
Incompreensível! Prisioneira da noite de lua cheia...
Da lava incandescente no casulo do apreço,
Aromas e sabores dão possibilidades à minha ideia
Da vitalidade e do primeiro acto que eu mereço.
Exalando felizes projectos, seria um comentário...
A noite insone, fantasiando o cenário
Gerindo perdas e ganhos, apenas peço
Uma gota de paixão imoral no meu calvário
Através da esperamça, na mulher que aqui conheço.
Zé Albano
Enviado por Zé Albano em 30/10/2007
Código do texto: T716462
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zé Albano
Portugal, 66 anos
1190 textos (81509 leituras)
9 áudios (640 audições)
1 e-livros (93 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 09:39)
Zé Albano