Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À AMIGA DE CAMAÇARI

Meu coração de poeta é ave veloz
A cruzar os céus da imaginação
Riscando as nuvens, feito um albatroz
Infinito! Quero alcançar-te com minha voz
Agasalhar a alma nas asas da paixão

Libertar meus sonhos nas madrugadas
Unindo a tantos insones o meu pensar
Inventar rimas desencontradas
Zelando pelas palavras tiradas
Apenas desse meu transcendental voar

Dorme minha trova sem sentido
Estou de braços abertos pra ti
Revigora o sentimento perdido
Renasça, fênix, de um verso esquecido
Inicie nova vida neste instante, aqui
Como posso simplesmente ter dormido,
Ouvindo o ecoar desse poema em mim?

Não posso mais pousar, não há ninho
Impulsiono, então,  minhas asas ao vento
E sigo em paz, não estou sózinho
Tenho o poema e o sentimento
Tenho a ternura e o carinho
O sonho, as letras e o mágico momento!

Este acróstico é dedicado a uma dileta amiga de horas insones destas madrugadas inspiradoras. Como disse o grande poeta: "às vezes no silêncio da noite, eu fico imaginando nós dois..." e mais uma porção de pessoas que acreditam neste sentimento louco chamado: AMOR. Abraços do fã, amigo e poeta. Edil Franci - SP - Brasil

Edil Franci
Enviado por Edil Franci em 06/11/2007
Código do texto: T726069

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Edil Franci e o site www.recantodasletras.uol.com.br/autores/edilfranci). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edil Franci
São Paulo - São Paulo - Brasil
903 textos (73387 leituras)
2 e-livros (119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 20:58)
Edil Franci