Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homenagem a ROSI FINCO

E, observando...as belezas vão continuando: -





Rascunhos de uma vida, meus sentimentos
Onde o desejo vão é indiferença,
Sonho de liberdade em pensamentos
Ilumina as chagas da minha crença.

Falo o que sou. E, na tua ausência
Insensível ao frio, digo o que quero
Num plágio da noite, sem esmero.
Como a águia ou fénix? Na transcendência,
Ora se renasci, por ti espero...!
Zé Albano
Enviado por Zé Albano em 22/11/2007
Código do texto: T748209
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zé Albano
Portugal, 66 anos
1190 textos (81435 leituras)
9 áudios (640 audições)
1 e-livros (93 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:22)
Zé Albano