Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

171-ELOGIO À CRIAÇÃO de João Bosco de Castro

171-“ELOGIO À  CRIAÇÃO”

(de João Bosco de Castro).

Acróstico-Apreciativo
Por Sílvia Araújo Motta

E-Exulta e canta a bela Natureza,
L-Lamenta a oblíqua e triste realidade,
O-Obriga o brado, alerta com certeza,
G-Gemente implora um pouco de Vontade,
I-Instila o pranto em gotas de beleza,
O-Ordena-co‘a Razão-paz e amizade.

A-A obra-prima, Eufrásia Poesia!

C-Cultura e Arte divulgam lição,
R-Relembram o Tupi-Língua-Magia,
I-Ilustre Nheengatu: notas-padrão-!
A-A forma e o ritmo fazem harmonia
C-Com celsas-personagens-doação:
A-Alento e bom-conselho, sinergia...
O-O tempo-história vibra salvação!

Belo Horizonte,  21 de abril de 2003.

Recomendações:
(da autora)

“Elogio à Criação”, 1996,
de João Bosco de Castro
(Coronel PM, Jornalista,
 Professor,
Vice-Presidente
e Secretário-Geral da
Academia de Letras
“João Guimarães Rosa”,
da PMMG),

Composição poética,
grito de alerta ecológico,
resgate da Etnia Tupi,
para leitura obrigatória
nas áreas do conhecimento
humano, literário, melódico,
plástico, filológico, didático,
sociolinguístico, do Ensino
Fundamental ao Universitário.

João Bosco de Castro ocupa
a Cadeira 13 na ALJGR/PMMG,
Patrono-Fundador :
Euclides Rodrigues Pimenta da Cunha.

Belo Horizonte, 21 de abril de 2003.

---***---

Silvia Araujo Motta
Enviado por Silvia Araujo Motta em 29/11/2005
Código do texto: T78541
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvia Araujo Motta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
6556 textos (668938 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:09)
Silvia Araujo Motta