Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FELIZ ANIVERSÁRIO-ACRÓSTICOS-SONETOS E TROVAS . ORIGEM DÓ PARABÉNS A VC

1573-FELIZ ANIVERSÁRIO - SONETOS, TROVAS, ACRÓSTICO e NOTA informativa sobre o PARABÉNS A VOCÊ-Série:ANIVERSÁRIO(1)

Acróstico-festivo
Por Sílvia Araújo Motta

F-Fazer anos é brindar o viver
E-Em sintonia com o Pai-Criador:
L-Limite humano para agradecer
I-Inesgotável fonte de paz, amor e
Z-Zelo com cada filho ao nascer!
 -
A-Aniversário é data de alegria!
N-Nos recônditos, a alma, em verdade
I-Irradia a pauta perfeita da sinfonia:
V-Vale a pena viver! Felicidade
E-É valorizar  o momento vivido,
R-Realizar com prazer, de modo diverso
S-Sonhos em  busca de algo querido,
Á-Ao observar a natureza e o universo,
R-Razões para fazer um verso e abraçar...
I-Irmanados, agora, queremos cantar
O-O PARABÉNS A VOCÊ, hoje e sempre:

“PARABÉNS A VOCÊ
NESTA DATA QUERIDA,
MUITA FELICIDADE
MUITOS ANOS DE VIDA”

(*)Nota:

A letra do PARABÉNS A VOCÊ, em Língua Portuguesa é de BERTA CELESTE HOMEM DE MELLO, Farmacêutica, Professora e Poetisa nascida aos 21-03-1902 em Pindamonhangaba, São Paulo, e que venceu em 1941, um concurso na Rádio Nacional do Rio de Janeiro, para a composição da letra em português do "Happy Birthday to You".

Ela faleceu em Jacareí (SP) de infecção pulmonar aos 97 anos, aos 16 de agosto de 1999.

Segundo Ruben Levy Homem de Mello ,  num encontro familiar, a sua tia Berta comentou:  “Quem canta – como muita gente faz – “Parabéns prá você, nessa data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida”, está cometendo três erros ( gravíssimos, asseverava dona Berta ): na primeira linha, o certo é “Parabéns a você”. Na segunda, o correto é “nesta”, e não “nessa”. E, na terceira, “muita felicidade” é singular e não plural. Felicidade é um estado de espírito; felicidades, plural, não existe. O que existe é um maior ou menor grau de felicidade."

Vale praticar o conhecimento adquirido!

---***---
1577 -Série:ANIVERSÁRIO-PARABÉNS POR TUA VIDA(5)-Soneto

Soneto decassílabo-sáfico-heróico Nº 1577
Por Sílvia Araújo Motta

Um pequenino choro ecoou um dia...
Sinal de vida em notas fez-se ouvir!
Cada instrumento da alma luz queria
comemorar o instante e ver sorrir.

Naquele tempo o espaço já trazia
a sinfonia eterna de um partir
ao caminhar em paz com fé, energia
predestinada às leis de Deus cumprir.

Na intimidade, em beijos só de amores
nascem estrelas, gozos celestiais
e pautas brilham; rastros têm mil cores.

Os parabéns são teus no aplauso, agora!
Bela lembrança colhe amor a mais
quem faz amigos pela vida afora!
-
Belo Horizonte, 6 de novembro de 2007.

-
1578 -Série:ANIVERSÁRIO-SÓ PORQUE O DIA É TEU (6)-Soneto

Soneto decassílabo-sáfico-heróico Nº 1578
Por Sílvia Araújo Motta

Hoje o universo veste a luz brilhante;
no coração a terra está florida!
Firme regente pede grupo: -Cante
a canção bela e a rima tão querida.

O sol espalha raios cada instante,
a natureza canta a pauta lida,
compassos marcam festa tão marcante,
farta comida, doces e bebida!

Em cada face um canto novo clama;
já não se lembra a dor de uma partida,
renova tudo e acende nova chama...

À mesa, meu convite faz o laço
e cada mão eleva o brinde à vida:
-Só porque o dia é teu um poema faço.
-
Belo Horizonte, 7 de novembro de 2007.
---***---
1580- -Série:ANIVERSÁRIO- AMIZADE NÃO ENVELHECE(8)-Soneto

Soneto clássico decassílabo sáfico-heróico
Por Sílvia Araújo Motta

Posso afirmar que passa o tempo e o ano
sempre a chegar no dia que amanhece
vem renovar a fé, traçar o plano
que a mágoa expulsa e todo mal esquece.

A verdadeira união não causa dano...
Amizade é semente boa e cresce
no coração que faz do amigo, mano,
que rega, rega e um dia floresce.

Amiga flor, leal, jamais se esquece!
Quem planta amor, perfuma a dor-saudade...
Quando se esvai, à face o pranto desce.

A cada dia o fruto amigo vence
toda a intempérie e prova que a amizade
não envelhece e fibra imortal tece.
-
Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007.
---***---
1581-Série:ANIVERSÁRIO(9) TROVAS DE PARABÉNS!

1-Aqui estamos reunidos
para brindar a emoção
por tantos dias vividos
de paz e fraternidade.

2-Hoje é teu aniversário,
Tu tens muito a agradecer!
Faças o brinde diário,
pois vale a pena viver.

3-Quis comprar-te um bom presente
nas lojas da Capital...
Tu és meu maior presente
nesta noite sem igual.

4-No aniversário o que importa
pelos teus anos vividos
é que aberta fica a porta
para os amigos queridos!

5-O presente de uma rosa
atrai olhares, sorrisos...
mas a presença amorosa
descobre mil paraísos.

6-Nesta data especial
que marca seu natalício
tenha alegria total
sem dores, sem sacrifícios!

7-A marca do calendário
traz seu nome registrado:
tem o carinho diário
de um coração bem-amado.

8-Nem só de pão vive o Homem!
A PALAVRA é que dá vida...
nossa tristeza consome
seca a lágrima caída...

9-Ao soprar sua velinha
de aniversário da vida,
chame o sonho que avizinha
a realização bem-vinda.

10-As saudações natalícias
têm magia espiritual...
Seus abraços são delícias
para o prazer social.

11-Cultive no aniversário,
felicidade, harmonia...
Chegue inteiro ao centenário,
com paz, saúde e alegria.

12-Repara bem quando canto
as Trovas de amor que fiz,
nas notas ponho meu pranto
por alguém que não me quis...

13-Afinei meu violão
para solar Lá menor...
espantei a solidão
e cantei em Sol Maior.

14-Não repara no presente!
Trouxe uma estrela no verso
pra brilhar constantemente
amizade no universo.

15-Que em tua estrada florida
de paz, alegria e glória
floresçam por toda a vida
só girassóis de vitória.

16-Parabéns, felicidade
desejam-lhe nossas almas!
De nossa pura amizade
receba a salva de palmas.
-
---***---
1582-Série:ANIVERSÁRIO -  ENVELHECER SEM NOTAR (10)

Poema
Por Sílvia Araújo Motta

Vejo nas folhas que caem
Que o inverno vai chegar,
Nas estrelas que se pagam,
Meu tempo de descansar.
Relógio?Desnecessário.
Valorizo minha hora,
No segundo extraordinário,
Vivo pensando no “agora”.
Meio século de vida
Mais sete cumpro a somar
na música, amor, poesia,
Trago a missão bem cumprida
Com metas, planos de um dia...
Nos sonhos e fantasias,
Um trabalho útil, honroso
de incontáveis alegrias,
fez-me o mundo prazeroso.
Valores transcendentais
Aos minutos cultivados
A buscar cada vez mais
Espíritos elevados...
Ficarei “sex”? Pois sim!
Com perfeita lucidez?
SEXagenária, sim...
Daqui a pouco é minha vez!
SEXOxigenada nos pelos...
Mais adolescente, talvez...
A história de cada saudade
Dos indivíduos-pessoas...
Olhos miúdos!!!!!... Verdade!
Muito para recordar!
Tantos fatos! Coisas boas!
Na infância e maturidade!
Meus quinze ou vinte anos!
Milagres! Maturidade!
Recebi e dei muitos carinhos...
Amor, atenção, compreensão!
Trabalhei com inteligência,
Para gostar do que fazia!
Filhos amados!...Meus amores!
Até netos, quem diria!
Lutei pra ter paciência!
Enfrentei tantos problemas!
Alguns conseguir vencer...
Meu espelho interior
Diz-me que “um pouco” cresci!
Envelheci e não vi...
O sol nasce todo dia...
E a lua inteira brilha no lago
Porque alta vive, a cada dia!
-
Belo Horizonte, brinde aos 56 anos,
dia 6 de janeiro de 2007.
---***---


Silvia Araujo Motta
Enviado por Silvia Araujo Motta em 06/01/2008
Reeditado em 08/01/2008
Código do texto: T805195
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvia Araujo Motta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 63 anos
5996 textos (592486 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/11/14 00:36)
Silvia Araujo Motta



Rádio Poética