Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

272-SAUL ALVES MARTINS em 75 TROVAS

272-SAUL ALVES MARTINS em 75 TROVAS

Vida e Obra em Versos
Por Sílvia Araújo Motta

Dados Biobliográficos

1-Mineiro de Januária
Saul Martins é imortal.
Uma Vida extraordinária
em Ciências Sociais.

2-Saul nasceu ao meio dia
Em pleno norte mineiro,
no Chapadão, quem diria:
-Chão da estrada do pandeiro!

3-A primeiro de novembro
daquele ano dezessete,
vendo o calendário lembro,
bem dentro, século vinte(XX).

4-Saul nasceu pequenino
que nem um quilo pesava
mas, com carinho o menino,
em pouco tempo engordava.

5-Seus pais, a roça deixaram
e o rancho da liberdade,
para a cidade levaram
saudade, muita saudade.

6-Saul teve infância boa
com peripécia infantil...
Em grupo, corria à toa,
para o tempo juvenil.

7-Via o Rio São Francisco
a convidá-lo a nadar.
Criança não via o risco
e só queria brincar.

8-Com outras criança juntava
para apanhar melancias
O dono via e ralhava,
contou-me em suas memórias.

9-As festas religiosas
ao São Gonçalo, à noitinha,
são lembranças tão gostosas
com tanta vida, à caminho.

10-Nos veredais tão imensos
punha o cavalo a correr,
a segurar-lhe no dorso...
jamais irá se esquecer.

11- O passeio de canoa,
no grande Rio da História...
é a viagem linda e boa,
que não lhe sai da memória.

12-Do tempo que já passou
Saul lembra com saudade...
De tudo aquilo guardou
o valor de uma amizade.

13-Encontrou  no amigo, um irmão!
Teve o irmão, como amigo!
Sempre soube dar a mão
e a paz esteve consigo.

14-Saul valoriza a vida
a justiça e a verdade.
Crê em Deus e na Mãe querida,
Madrinha, na realidade.

15-Mestre-Titular Doutor,
Humanista e Antropólogo,
Professor, Pesquisador,
Escritor e Folclorólogo.

16--No Conselho Diretor
da Escola Caio Martins,
Presidente de valor:
o Doutor Saul Martins.

17--Conselho Universitário,
na PUC-Minas, dois anos.
Conselheiro extraordinário
de Professores e Alunos.

18-Chefiou na Faculdade
Federal-Minas Gerais,
dois Cargos que na Verdade,
valiam por muito mais.

19--Departamento Especial
Área da Sociologia,
Antropologia Social,
Área da Filosofia.(70-73).

20--Na Academia Mineira
de Letras, condecorado,
na colocação primeira
seu soneto premiado.

21- “Flores do Campo”, escolhido
entre muitos, foi julgado,
entre os “Dez Mais” aplaudido
da Fase Contemporânea.(1951)

22-Monografia famosa
“Artes e Ofícios Caseiros”
em São Paulo, tão honrosa,
recebeu Prêmio em dinheiro.

23-Nos Congressos Brasileiros
de Folclore realizados,
representou bons mineiros
por seu saber destacado.

24-Congresso Internacional
em São Paulo realizado,
Saul, Membro Nacional:
-Folclore especializado.

25-Para o “IV Centenário
do Brasil”, nosso Doutor,
teve um trabalho diário,
ordem do Governador.

26-No Congresso Brasileiro(VII)
no Distrito Federal,
Saul foi sempre o Parceiro
Folclorólogo sem igual.(1974)

27-No Conselho Estadual
de Cultura Popular,
um Projeto Nacional
Saul pode (ô)  coordenar.

28-Projetos, divulgações
de Cultura Artesanal,
diversas exposições
mostram Folclore total.

29-E na Comissão Mineira
foi grande idealizador,
na programação inteira,
excelente Fundador.

30- Professor em tantos cursos
até Pós-Graduação,
sempre ao Folclore ligados
com sua melhor lição.

31-Em Beagá/ MG,
membro do Instituto Histórico,
Geográfico e AMULMIG,
um Pesquisador Folclórico.

32-É Membro Internacional:
do Folclore e Etnologia.(Bélgica)
Correspondente Nacional
de várias Academias.

33-Aos vinte anos chegou
em Belô pra trabalhar
e ser Soldado escolheu
por que soube a Pátria amar.

34-Aluno de Ayres da Mata
Machado, pode lembrar,
toda Pesquisa desata:
o nó cego a incomodar.

35-No campo, principalmente,
das Ciências Sociais,
Área de Estudo freqüente
Saul colaborou mais.

36-Lá no Estudo Científico
colocou o Artesanato,
Saul deu-lhe o belo título:
“É uma Ciência de Fato.”

37-Saul-Homem da Verdade,
um Diretor Doutorado,
hoje está, da Faculdade
bem feliz aposentado.

38-Trabalhou na Newton Paiva
e na UFMG,
tantos cursos ministrava
que fez crescer o saber.

39-Saul Martins, é verbete
de importantes dicionários
Pesquisador excelente
por isso tem prêmios vários.

40-No “Antônio Dó” publicado,
o jagunço do sertão
no episódio divulgado
tem verdade de montão.

41-“Antônio Dó” traz a história
lá da Serra das Araras,
obra-prima literária
que está entre as obras raras.
42-“Antônio Dó” revoltado
com o mando dos fazendeiros,
tornou-se forte bandido
dos jagunços, o primeiro.

43-Não havia punição
para coronéis “mandões”
é histórica a informação
que deixou muitas lições.

44-A proteção policial
aos “coronéis” atendia,
judiciária, social
dava ao rico, garantia.

45-Outro livro bem famoso
de Saul é “Os Barranqueiros”
científico trabalhoso,
escolhido em “romanceiros”.

46-“Barranqueiros” sociológico
descreve uma região.
É histórico, antropológico
desde a primeira lição.

47-“Barranqueiros” sertanejo
revela a sabedoria
e nas penúrias eu vejo
a pura filosofia.

49-Muitos outros eu já li.
do meu querido Patrono:
-Mas falo que nunca vi
tanta cultura em um trono.

50-Certo dia à tardinha,
ao Saul fui visitar...
Julinda, esposa madrinha,
com prazer fui abraçar.

51-Mês? Julho, Belo Horizonte,
Vinte e seis, posso lembrar:
-Da folhinha, fui à fonte
para Sant`Ana rezar...

52-Que belo livro ganhei!
Está em minha cabeceira!
Do número três tirei
lições para a vida inteira.

53-Este livro é dedicado
a quem o Bem sempre faz,
a quem busca ser amado,
com justiça, amor e paz.

54-Oitenta e sete! Lançado
pelas Edições Carranca.
Com magia elaborado,
muita reflexão arranca!

55-Três coisa causam desgraça:
A quem só busca dinheiro,
mulher bonita e cachaça,
perderá o lugar primeiro.

56-Quem ama pode dar provas
fazer versos a sorrir,
tocar no violão as trovas,
ver o luar, sem dormir.

57-Nunca  se pode emprestar
livro, serrote, mulher,
na volta, fazem chorar
a quem mexer a colher.

58-Na Clássica Antiguidade,
o três na Miltologia,
denota sempre a Verdade,
que à Humanidade extasia.

59-Júpiter já controlava
raio trífido famoso,
netuno, o cetro mostrava,
valor do tridente honroso!

60-No “Oráculo- Delfos”
é importante pra sibila;
assentada na tripeça
nas respostas não vacila.

61-Antiga Roma exigia,
vergonha ao mal pagador,
pois nas nádegas sentia,
bater três vezes a dor.

62-O endividado , coitado,
no Pórtico / Capitólio,
nu, numa pedra assentado,
pagava com dor, o espólio.

63-São três as aspirações
que levam sempre à Verdade:
liberdade às multidões,
fraternidade e igualdade.

64-Três virtudes teologais
Fé, Esperança, caridade...
Quatros estações anuais
tem três meses, na verdade.

65-Realização especial:
fatores de Produção,
Natureza, Capital,
Trabalho/ dedicação.

66-Três cores fundamentais:
azul, vermelha, amarela!
Mulhertes especiais:
rica, inteligente e bela.

67-Divisões da sociedade:
religiosa/militar,
civil é uma realidade,
que vale participar...

68-Tempo: presente e passado
preparam vida futura.
Com o grande amor ao meu lado
minha vida, feliz dura...

69-Necessidades vitais,
econômicas e místicas
a humanidade quer mais
discutir alçoes políticas.

70-O CRIADOR  é Legal:
Os reinos da natureza
são Vegetal, Animal
e Mineral, com certeza.

71-Eis a divisão do dia:
Manhã, Tarde e Noite, enfim
É certo, que eu não sabia
que a vida é também assim.

72-Numa intesecção solar,
o eclipse é Parcial...
ou mostra a forma Anular,
ou de astro Oculto , total

73-A matéria, na existência,
Estados Físicos: Líquido,
pense numa experiência
pense no gasoso e sólido!

74-Em breve continuarei
a falar do “Panorama
Folclórico”, que lerei...
Só com quem Folclore ama...

75-Será belo o lançamento!
Saul está entusiasmado.
Já deixo o agradecimento
para meu Patrono honrado!

Belo Horizonte, setembro de 2005.

Silvia Araujo Motta
Enviado por Silvia Araujo Motta em 07/12/2005
Código do texto: T82318
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvia Araujo Motta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
6556 textos (669166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:02)
Silvia Araujo Motta