Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O caminho da solidão profunda

O mundo é rosa
Nada perceptível para uma alma cipreste
Que vaga desolada
Dos prantos e rebentos
Não há solidão mais profunda
O rasgo de um peito já ferido
A privação de uma vida sem vida
Vaga-lume sem luz
Chama extinta e sem sabor
Caminhar no escuro
No vale dos que já partiram
A emulação dos sentidos
Para se ter um sentido
De um lobo solitário
Uivo inaudível,
Emoção fraca
Sem vida
Nada real...
Mas vale tentar.
Ricardo Régis Oliveira Veras
Enviado por Ricardo Régis Oliveira Veras em 25/12/2005
Reeditado em 10/02/2011
Código do texto: T90367
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Régis Oliveira Veras
Fortaleza - Ceará - Brasil, 38 anos
66 textos (2567 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:41)
Ricardo Régis Oliveira Veras