Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GANGSTER DO AMOR!

Eu vou ser,
Um gangster sim,

Vou te prender, seqüestrar
os teus desejos...
Ultrapassar os teus limites.

Serás minha Rainha, quando
estiveres de pé. E
reverencio tuas belezas...

Serás minha escrava,
Estando deitada,
Uma gueixa posta em mesa,

Gostando, adorando meus abraços,
Amando-me sem medos,
Nem pudores,
Guardando pro meu corpo,
Sua seiva majestosa!
Tantos olhares, tudo é sedução...
E aperto teu corpo,
Rasgo-lhe a blusa, abro-te o coração.

Deito-te na cama, na mesa, no chão,
Em qualquer lugar vai ser lindo...

O teu perfume de mulher, alucina,
Cativa, aguça meus instintos,
Última gota de sua seiva, eu sugo...
Loucuras, loucuras em seus ouvidos,
Orgasmos sem fim vão brotando...
Serei mesmo seu gangster até o fim.

Esfrego-te o sexo, sentada de costas,
Suas vontades em ponta de dedos eu finco,
Cafajeste, você grita, você gosta...
Uma nova seiva aparece,
Resta-lhe somente dar-se por vencida,
Olha-me de um jeito, faz cara de vítima,
Sonhos, fantasias de rainha-escrava-bandida.

Ontem à noite te fiz mulher,
Uma noite de felicidade plena!

Não vou agora, fazer-me de bonzinho,
Amanhã, te seqüestro outra vez. E
Outra noite de loucuras te espera...




EU PARTICIPEI DA MARATONA DE ACRÓSTICOS,
VENHA VOCÊ TAMBÉM!


















































paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 13/01/2006
Reeditado em 23/03/2006
Código do texto: T98268

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2589 textos (470481 leituras)
57 áudios (6064 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:23)
paulo cesar coelho

Site do Escritor