Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                            É possível sair das drogas sozinho?

  São comuns pessoas se perguntarem: há possibilidade de vencer a dependência sem ajuda de ninguém? Isto é, parar com as drogas sem necessidade de passar por uma ajuda profissional ou mesmo participar de algum grupo de ajuda.

     Sabemos que infelizmente há muito preconceito da sociedade em relação às drogas e assim, grande parte daqueles que tem problemas com ela não quer se expor temendo serem discriminados e desta forma tentam de seu modo trabalhar a dependência sozinha.

   Pois bem, quero refletir dentro deste tema. Se disser que não, estarei contradizendo varios casos de pessoas que conseguiram sair sem precisar passar por algum tipo de tratamento, portanto,  acredito que sim, embora, seja muito difícil. Porem, para que isto ocorra é necessário que aquele que está com problema admita que algo de errado esteja acontecendo com sua vida. É fundamental que ele tenha em mente que está perdendo o controle; já está ocorrendo algumas perdas sociais; a freqüência do uso ultrapassou o limite; algumas ocorrências biológicas e tantas outras conseqüências sociais, sem esta percepção, dificilmente irá começar trabalhar em si mesmo.

     Atualmente existem muitas informações sobre tratamentos. Há muitos livros de auto ajuda, há programas de TV e nas rádios  que trazem informações variáveis de como ocorrem à dependência de como lidar com elea quando se encontra dependente Há muitos grupos na internet que discutem este tema havendo possibilidades de informações e interação. A partir de todas estas informações e segundo a personalidade de cada individuo é possível perfeitamente trabalhar a dependência química individualmente sem ajuda de outros, desde que o dependente químico, coloque em prática tudo que aprende em seu dia a dia.

   Mas, para que isto ocorra, retorno ao parágrafo acima, é necessário que a pessoa tenha em mente o que está buscando. O que se torna complicado é que, em muitos casos à falta de um algo a maisque dificulta esta busca, no entanto, quando a pessoa possui amigos os quais possa contar, possa desabafar, falar de suas angustias e de seus objetivos certamente, esta força é muito útil para que consiga superar a angustia e as fissuras ocorridas pela falta da droga.

    O que sempre reflito, é que nós seres humanos estamos aqui é para viver, e viver intensamente. Em muitos casos esta ânsia do viver intensamente que levam pessoas buscarem nas drogas alguns benefícios maiior, quer seja por algum complexo de inferioridade; uma necessidade de inserção social; pertencer a determinados grupos ou mesmo reprimir determinados sentimentos emocionais, porem, o que parece bom com o tempo, torna-se pesadelos, ou seja, as drogas os levam para um estado de dor, sofrimento, perdas medo...

     O triste disto tudo é que, aquele que buscava nas drogas um beneficio acaba entrando em dois problemas sérios. Um é que irá continuar com seus mesmos problemas emocionais e até mais intenso e também ficará com uma dependência orgânica e psquica.

  Portanto, é possível sair sozinho das drogas? é, no entanto, para que isto ocorra dependerá da obstinação do dependente químico. Dependerá muito de sua personalidade; dá busca de informação sobre o que é dependência química; de fatores externos e internos motivacionais. Enfim, todo um novo contexto de vida que a partir de uma decisão deve ocorrer. Enfim, sair sozinho é possível, mas, contará com muita ajuda de familiares, amigos e pessoas que vivam ao seu redor, ou seja, é uma decisão interna com metas e objetivos contando com a colaboração de pessoas próximas.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 18/01/2006
Reeditado em 29/09/2012
Código do texto: T100524
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1218884 leituras)
5 e-livros (11751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:16)
Ataíde Lemos

Site do Escritor