Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Toxicomania e Espiritualidade

Toxicômania e Espiritualidade

Vejo o homem como bio-psico-social e espiritual, a partir do momento que uma destas dimensões esta disfuncional certamente todo o corpo sente esta disfunção.
    Certa vez Jesus disse, somos feito de membros e eles forma o corpo, se a ponta da unha dói o restante do corpo reage esta dor.
Assim, também vejo todo nosso psíquico. A partir do momento que algo esteja mal resolvido seja um trauma, um complexo de inferioridade ou superioridade, enfim,  qualquer conflito emocional certamente levará a pessoa a suprir esta carência, buscará suprir esta necessidade em alguma coisa, seja uma droga psicoativa, seja a sexualidade, comida, trabalho algo sempre será usado de forma patológica.
Segundo meu ponto de vista gostaria de falar desta espiritualidade e como ela interage no ser humano.
Na verdade para mim a espiritualidade é algo que norteia a vida da pessoa – bem entendido é para que a tem—porque pôr meio dela as pessoas conseguem superar, frear e refletir suas ações, seus atos. De uma maneira geral a espiritualidade é aquela que cria um sentido na vida do homem e de uma certa forma o impõe limites. O ser humano necessita de limites, pois são estes limites que o insere na sociedade, provoca e o leva um  crescimento paulatinamente. Uma pessoa que não tem estabelecidos limites são pessoas que tendem a sofrer, porque estará sempre fadado as decepções e não saberá como lidar com eles. Pois, existe limites estabelecidos pela sociedade a qual ele também faz parte ativo e pacivamente dela.
No meu entender o ser humano tem a necessidade de acreditar em algo maior que ele, pois isto lhe dá a segurança necessária de procurar neste algo o refugio, a ajuda, o conforto, a confiança, a busca, a esperança...
Como alguém que quando encontra-se doente deposita a confiança no medico, porque acredita que ele pode resolver seus problemas, assim também é esta dimensão espiritual, pois aquele que acredita , que confia que neste Poder Superior está sua esperança e sua força, supera qualquer desafio Existe até um versículo de São Paulo  que diz “ tudo posso naquele que me fortalece”.
Jung, em uma carta endereçada  a Bil, diz que para o dependente químico a droga é seu Deus, inclusive usa um salmo 41 para fazer a comparação -- “ assim como um cervo suspira pelas fontes das águas / assim minha alma suspira por ti o’Deus / a minha alma tem sede de Deus forte e vivo / quando irei parecer diante de Deus?”-- aqui podemos ver qual é o grau de comprometimento da dependência numa pessoa. Se o Deus para o dependente é a droga, isto significa que ele necessita mudar esta concepção e que realmente sua espiritualidade é quase que zero. Porque uma pessoa que tenha uma espiritualidade de fato, sabe que tudo o que mata o corpo destroi a vida e tendo esta dimensão exata do que é espiritualidade certamente luta de todas as formas para que não provoque esta destruição tanto em seu corpo quanto em outros. Porque sabe que seu corpo é sagrado.
Uma pessoa que também tem entricica esta espiritualidade mesmo que esteja fazendo uso de drogas sabe que esta destruindo a vida de outros e causando sofrimento e isto irá leva-lo a procurar ajuda, jamais consegue ser feliz fazendo o uso.
A espiritualidade é algo profundo dentro do ser humano que ocorre quando ele busca. Costumamos dizer que o desenvolvimento espiritual esta mais ligado ao Poder Superior que a nós mesmo, isto é, este crescimento é um dom que é dado pelo Poder Superior, diante disto cabe pedir e buscar na esperança de receber.
O desenvolvimento espiritual não se conquista pelo conhecimento acadêmico, teológico. Não acontece  pela capacidade intelectual, ou mesmo pôr ficar longas horas rezando, mas sim por uma entrega total, na humildade da pessoa a este Deus.
Se fizermos uma pesquisa de pessoas que venceram as drogas, veremos que em quase sua totalidade, hoje levam uma vida completamente oposta a que viveram em seus tempos de drogadições, são ótimos pais, ou profissionais, não carregam dentro de si ressentimentos, sabem lidar com a humildade, não discutem religião, pois carregam dentro de si a experiência da fraqueza, e assim podem vestir a camisa do outro seja um familiar, um dependente  e então compreender suas angustias e aspirações. E veremos também que são pessoas que sempre estão glorificando a Deus em suas ações e palavras.
Algo bonito também que podemos perceber em relação a experiência de Deus tanto nos toxicômanos, quanto no profissional que trabalha com eles quando estes tem esta experiência da dimensão da Fé.
São profissionais que não perdem seu profissionalismo ou sentem diminuídos pôr esta espiritualização, que buscam nesta força a colaboração para seu trabalho e que tem a capacidade de respeito e humildade diante a outros que atuam no mesmo campo mas de forma diferente.
Se analisarmos um profissional (psicólogos, psiquiatras),que atua numa fazenda de tratamento onde existe a espiritualidade como um dos  eixos no tratamento para dependentes perceberemos que sua cabeça, sua visão é completamente diferentes daqueles que não atuam. Porque, mesmo sendo um profissional, um técnico ela também é abastecido pôr esta dimensão espiritual e consegue perceber a espiritualidade intricica existente no homem. E também consegue ver a destruição que as drogas spa provoca no homem no seu todo que o torna um combatente para que as pessoas não as busquem nas spa sua razões, fantasias ou emoções porque já antecede a prisão a qual esta pessoa viverá com suas conseqüências.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 09/04/2005
Código do texto: T10451
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1218854 leituras)
5 e-livros (11751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:03)
Ataíde Lemos

Site do Escritor