Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A droga e a responsabilidade da sociedade

Uma das respostas que sempre ouvimos dizer quando falamos sobre o tema drogas é que, seu uso é milenar e que ela sempre existirá.
É evidente que a grande maioria das drogas são milenares, afinal a maior parte delas são produtos da natureza, sendo natural automaticamente, é milenar.
Porém, é importante dizer que varias drogas são sintéticas e produzidas em laboratórios, estas não são milenares ou sequer algumas centenárias são. Quantas vezes somos notificadas de novas drogas que surgem no mercado.
Outro fato também que deve ser levado em consideração é que, mesmo as drogas existentes na natureza ( as naturais ) passam por processo laboratorial e são trabalhadas visando maior poder de dependência, em muitas drogas naturais há vários outros reagentes químicos inserida nelas, e são reagentes sintéticos.
Ainda podemos observar que hoje as substancias psicoativa ( drogas ) não são mais feitas ou traficadas com objetivo de outrora. A produção de drogas tem um único interesse e objetivo para aqueles que a produzem, é criar dependência, aumentar o número de dependentes.
Ainda caminhando dentro da realidade de hoje e de antes podemos observar que no passado pouco conhecimento cientifico havia para maioria das drogas. Quantas e quantas ilusões e visões eram atribuídas a ordem espiritual que na verdade eram os efeito da droga no SNC ?. Quantas pessoas eram chamadas de endemoniadas ( com espíritos mau ) e na verdade não passava de efeito crônico de determinada dependência psicológica ou física?
Quantas doenças biológicas tem sido descoberta que tem como ponto de origem uso abusivo de drogas? Enfim, todos estes fatores não podem deixar passar. Temos que pensar hoje diferentes de antes. A realidade, o contexto são extremamente outros. Não podemos viver na ignorância a partir de fatos concretos.
A sociedade, a comunidade cientifica não pode a partir de alguns conceitos de liberdade, de democracia abrir mão do coletivo.
Não acredito que a droga é uma questão individual. O usuário de certa forma atinge a vida do outro, entrando no direito do outro. Já são sabidos que muitos acabam fumando passivamente devido a convivência com fumantes.
Quanto se gasta com doenças provenientes de uso abusivo de drogas? Gastos estes que poderiam ser aplicados na própria saúde preventiva.
Quantos acidentes de trabalhos provenientes de pessoas que fazem uso abusivo de drogas ou por familiares que devido a problemas de drogas na família estão esgotadas emocionalmente?
São estes e vários outros fatores que devem levar a responsabilidade da sociedade de um modo geral à tomar posições e assumirem posições contra determinadas drogas e assim, mobilizar para que de um lado as pessoas sejam concienzadas a não fazerem o uso, de outro, diminuir a oferta combatendo o trafico.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 15/02/2006
Reeditado em 15/02/2006
Código do texto: T112202
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219505 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:34)
Ataíde Lemos

Site do Escritor