Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Futuro do país nas urnas

Estava a assistir um pronunciamento de um parlamentar federal e gostei de sua fala. Este parlamentar tinha como enfoque no seu discurso as manchetes de quase todos os jornais de hoje (16/02/2006). Um é a absolvição do coronel Ubiratam, responsável pela ordem de invasão no Carandiru onde foram mortos 111 detentos a outra matéria era a questão do nepotismo no Poder Judiciário, onde os magistrados relutam em cumprir a Lei.
Ouvindo os comentários do parlamentar no plenário, ele falava deste assunto com muita propriedade e seu discurso era uma critica veemente contra o Poder Judiciário o qual é o responsável pelas duas manchetes vergonhosas de hoje em todo o país, que certamente será manchete internacional também, trazendo a tona a toda vergonha de nosso país.
O Poder executivo já se encontra manchado pela corrupção na ante-sala do presidente Lula, o Legislativo nem se fala... Uma instituição que perdeu o total respeito pelo povo. Um Congresso totalmente corrompido e agora vemos o que ocorre no Judiciário acaba de empurrar o país na vergonha.
O pior de tudo é que estes Poderes refletem o país como um todo, na verdade hoje o que mancha não são tão somente os Poderes que é o Estado, é toda a sociedade brasileira neles representado.
O país vive uma de suas maiores crises de identidade política onde se perdeu totalmente. Somos governados por um partido socialista que tem como força e base a grande maioria das entidades sindicais que tem força de mobilização e que o governo mantem coesa dando a estes sindicatos e movimentos apoio com recursos financeiros e benefícios de todas as formas para que mantenham-se aliado a ele. Temos vários partidos prostitutos que vivem do governo e assim estão sempre a se vender e barganhar com ele.
A única esperança é a eleição de outubro. Somente os eleitores podem colocar este país nos trilhos novamente. Teremos a oportunidade de fazer uma grande renovação no Poder Legislativo e também no Executivo que certamente terá reflexo profundo no Judiciário.
Os eleitores precisam ser ousados e corajosos para a transformação de nosso país, precisamos de representante em todas as esferas. Pessoas comprometidas com a vida, com a ética e com o respeito a todos os cidadãos. Priorizar o social é diminuir a violência, é promover a Educação, Saúde.
Acredito que o Congresso Nacional passará por uma profunda renovação, porém, não vejo o mesmo quadro otimista para o Executivo. Pois, até agora, segundo pesquisas, poderemos ter a continuidade deste governo que vem fazendo uma política assistencialista fantástica. Ouse falar mal deste governo para aqueles que estão recebendo R$ 90,00 mês de subsidio. Certa vez, ouvi a hipocrisia de um parlamentar dizer que a economia de muitos municípios cresceu com este assistencialismo praticado pelo governo. É a massa que elege, não são os empresários.
Por outro lado se mesmo este governo com toda esta política assistencialista, de grande apoio dentre os sindicatos não ganhar, a vitória pode ser do partido que a grande maioria reprovou na ultima eleição para presidente. Um governo que arrastou o país por uma grande crise financeira que dispensa comentários.
É fundamental, que o eleitor tenha muita consciência e maturidade política para que não seja manipulado pelas informações e possa ser conscientizada para que saiamos deste cenário o qual nos encontramos hoje.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 16/02/2006
Código do texto: T112722
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219420 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:18)
Ataíde Lemos

Site do Escritor