Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A maior fome do nosso povo


“Você tem sede de que? Você tem fome de que?
A gente não quer só comida. a gente comida, diversão e arte. A gente não quer só comida, a gente quer saída para qualquer parte. A gente não quer só comida, a gente quer bebida, diversão, balé. A gente não quer só comida, a gente quer a vida como a vida quer. A gente não quer só comer, a gente quer comer e quer fazer amor. A gente não quer só comer, a gente quer prazer pra aliviar a dor. A gente não quer só dinheiro, a gente quer dinheiro e felicidade. A gente não quer só dinheiro, a gente quer inteiro e não pela metade”
Titãs.


Será que já nos perguntamos, do que o nosso povo tem fome?
Em resposta, não tenho medo de errar. A maior fome do nosso povo, é a falta de educação.
Não estou me referindo às complicadas equações de matemáticas, de física ou química, muito menos com as prosopopéias e os gerúndios de nossa língua ou ainda as localizações geográficas das cidades, estados e paises. Apesar de saber o quanto isto é importante, para o desenvolvimento intelectual de todos. Mas refiro-me, ao fato de despertar o respeito ao nosso semelhante, respeitar o espaço de cada um, o espaço dos outros, despertar o senso de limites. Despertar o amor ao próximo, a cidade, ao país. Refiro-me, ao desenvolvimento do caráter das pessoas, da essência que transforma o homem em homem.

Todos os dias, vemos nos jornais os muitos absurdos que acontecem. Todos os dias, nos deparamos com situações inusitadas. Situações que nos fazem rir e chorar.
Na medida em que nossas crianças crescem para tornar-sem adultas, copiam e absorvem tudo, absolutamente tudo o que vêem e ouvem. Começa ai, a definição dos valores que formarão o caráter deste novo individuo.
Somos o exemplo e o molde. Dependendo do grau de afinidade somos ainda o ídolo ou o herói. Devemos ser cuidadosos, com nossas palavras, ações e reações, devemos ser cuidadosos, para não nos tornarmos falsos heróis.

Não basta apenas dizer: “faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço.”
Por isto é imprescindível uma boa educação aos nossos filhos ou a quem quer que seja. Por isso é fundamental deixarmos rastros de bom exemplo, de virtudes que enobreçam as atitudes, a índole e a moral.
A conduta moral é a mola propulsora para o desenvolvimento evolutivo de cada individuo.
É fundamental o habito de atitudes, que recrutem seguidores do caminho correto.
E é fácil separar o certo do errado.

Daí sai àquela velha máxima. Educação vem de berço!
Mas educação infelizmente não vem só do berço, educação também vem de exemplos!
Somos sementes e semeadores. Somos senhores e escravos de nós mesmo.
Cada ato gera uma conseqüência, cada conseqüência uma historia, um caminho alterado.
Somos livres, podemos escolher.
Somos livres para darmos o primeiro passo.
Podemos ser a mão que planta ou a foice que decepa.
Podemos saciar a maior fome do nosso povo.
Podemos ser o despertador da boa vontade, educadores de um mundo melhor.

Despertemo-nos para a educação do amor.
Podemos fazer nossa bandeira do velho refrão.
“Quem sabe faz a hora não espera acontecer”

Pensemos Nisso!



Reginaldo Cordoa, futuro Administrador de Empresas e Apaixonado pela Vida.
20/02/2006

Reginaldo Cordoa
Enviado por Reginaldo Cordoa em 20/02/2006
Código do texto: T114244
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reginaldo Cordoa
Matão - São Paulo - Brasil, 46 anos
95 textos (23233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:45)
Reginaldo Cordoa