Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Simpatia inútil

Fico surpreendido quando vejo publicado, nos jornais, pequenos trechos intitulados, por exemplo, como Simpatia para emagrecer..., entre outras.
Impressionante como nos deixamos influenciar por sugestões alheias, do tipo “seguindo a boiada”, sem refletirmos no que estamos fazendo. Temos que aprender a pensar por nós mesmos, sem sermos dirigidos por pensamentos alheios. Pensar por si mesmo é crescer intelectualmente, moralmente, psicologicamente, emocionalmente.
Como podemos crer que publicar uma chamada simpatia pode nos ajudar para emagrecer?
É como quando surge um remédio novo, anunciado como solução para tal mal, todo mundo começa a consumir. A TV anuncia um calçado novo, de marca, e todo mundo quer adquirir. Uma moda, uma expressão, um hábito,  e pronto, lá estamos todos juntos fazendo a mesma coisa. Só porque alguém anunciou que aquilo seria a solução definitiva, o mais correto, o que está na moda, etc. e pronto, lá vai todo mundo pelo mesmo caminho.
Pensar por si mesmo é adquirir independência desses direcionamentos planejados e bombardeados pela mídia, por interesses comerciais ou outros que nem podemos imaginar.
Ora, e pensar por si mesmo, é raciocinar.  E raciocinar é pensar no que estamos fazendo, como estamos fazendo, porque estamos fazendo. Qual a finalidade, afinal? Com que objetivo? É coerente, tem lógica, está dentro do bom senso? Tem utilidade mesmo? Vai beneficiar-me? Vai trazer benefícios para alguém? Ou é puro consumismo, apenas para atender o momento?
Bom, especificamente, no caso da simpatia para emagrecer, o único caminho é a disciplina do garfo. No caso da sempre procurada felicidade, é mudar os hábitos, alterar os rumos do pensamento, reformar o caráter. Quando deixamos de lado o ciúme, a inveja, o rancor, a mágoa, a teimosia... Quando exercitamos sermos menos orgulhosos, vaidosos, prepotentes, egoístas, já estaremos construindo a felicidade que procuramos. Sim, porque aí já estaremos trilhando a fraternidade, único caminho real para a felicidade, já que construída na paz de consciência e no bem que podemos fazer.
Chega de dependências a fórmulas, receitas e atitudes externas. A única maneira de alterarmos o panorama que nos aflige é através das mudanças interiores, morais e emocionais. O resto virá por acréscimo. Mudar o foco de visão, libertar-se das cadeias e bloqueios construídos pela visão distorcida dos fatos. Entusiasmar-se pelo espetáculo da vida, respeitar pessoas e opiniões, permitir que cada um viva sua própria vida e buscar o próprio crescimento através especialmente da reflexão interior.

Orson
Enviado por Orson em 01/03/2006
Código do texto: T117274
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Orson
Matão - São Paulo - Brasil, 56 anos
298 textos (94337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:53)