Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DA TRANSFIGURAÇÃO A UBIQÜIDADE DOS ESPÍRITOS

Por: Humberto S. Espírito Santo Jr.

No livro, Mais Além do Meu Olhar, do espírito Luiz Sergio, psicografado por Irene Pacheco Machado, na página 132, está escrito o seguinte: “... O Cristo e seu precursor Moisés, que depois veio a reencarnar junto ao Mestre, como João Batista, lutaram pela salvação dos homens”. Esta afirmativa nos leva a crer que houve um erro da gráfica, do médium ou do próprio autor, já que o estudo da Bíblia em conjunto com o Livro dos Espíritos nos diz ser isso impossível.

A Bíblia nos relata:

“Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro e aos irmãos Tiago e João e os levou, em particular, a um alto monte. E foi transfigurado diante deles; o seu rosto resplandecia como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. Então disse Pedro a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, farei aqui três tendas; uma será tua, outra para Moisés, outra para Elias.”
Mateus 17:1-8.

O Livro dos Espíritos nos afirma na questão 92:

- Têm os Espíritos o dom da ubiqüidade? Por outras palavras: um Espírito pode dividir-se, ou existir em muitos pontos ao mesmo tempo?
“Não pode haver divisão de um mesmo Espírito; mas, cada um é centro que irradia para diversos lados. Isso é que faz parecer estar um Espírito em muitos lugares ao mesmo tempo. Vês o Sol? É um somente. No entanto, irradia em todos os sentidos e leva muito longe os seus raios. Contudo, não se divide.”

Analisando os textos faremos as seguintes reflexões:

1.  Na Transfiguração do monte aparecem juntos, Moisés  e Elias, conversando com Jesus. Luiz Sergio nos diz que João Batista foi Moisés, porém em Mateus 17: 11-13: nos diz: “Jesus lhes respondeu: Certamente Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas; Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão eles também padecer o Filho do homem; Então entenderam os discípulos que lhes falara a respeito de João batista”.

2. Se Luiz Sergio nos afirma que João Batista fora Moisés e o evangelista Mateus nos diz que João Batista fora Elias, então concluímos que Elias e Moisés são o mesmo Espírito, o que pelo Livro dos Espíritos isso não é possível, pois não há como o espírito se dividir entre Elias e Moisés, tomando as formas respectivas e ainda conversar com Jesus.
Humberto S Espirito Santo Jr
Enviado por Humberto S Espirito Santo Jr em 06/03/2006
Código do texto: T119742
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Humberto S Espirito Santo Jr
Caraguatatuba - São Paulo - Brasil, 55 anos
31 textos (9409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:30)
Humberto S Espirito Santo Jr