Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APELO





APELO

Sou deficiente física, vivo numa sociedade de gente ignorante, hipócrita, insensível. São pessoas pobres de espírito e não sabem dar o valor que tenho, acham que sou incapaz de realizar meus sonhos e desejos. Tenho limites físicos mas não mentais. Há pessoas que duvidam da minha capacidade de pensar e agir, julgam-me diferente das outras porque não tenho facilidade, tudo é muito difícil, exige muito esforço, muita vontade. Faço parte de outro mundo, o nosso mundo, amigos deficientes, temos que lutar para que as “pessoas normais” nos olhem com outros olhos, sem pena e sem discriminação. Temos que lutar pelo nosso direito de igualdade entre os homens que se dizem normais, mas no fundo são cheios de defeitos morais, e esses defeitos nós não enxergamos. Não vemos a olho nu as grandes faltas dessas pessoas. Temos dificuldades no trabalho, no amor, nas relações com o mundo.
Finalizo este apelo na esperança de que as pessoas “normais” entendam que nós também somos dignos de respeito, amor, compreensão e felicidade.
Não tenham pena, nem nos discriminem, nós temos inteligência.
Subscrevo em nome de todos os portadores de deficiência
física que concordam comigo.


Kátia Susana Perujo
Susy
Enviado por Susy em 12/03/2006
Código do texto: T122000
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Susy
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
143 textos (9120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:24)
Susy