Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BRASIL VIROU PIADA

O BRASIL VIROU PIADA

Amo o meu país, tanto que chego a ser ufanista. Não trocaria esse lugar por nem um outro do mundo, não pularia muros no México para chegar ao EUA, como muitos fazem, arriscando a vida, para ter uma vida supostamente melhor. Acredito que quem é bom, é bom em qualquer lugar do mundo.
Além disso, no Brasil não tem bombas jogadas por terroristas, não tem vulcões ativos, maremotos como os que acontecem em outros países, tsunamis e uma série de outros fenômenos naturais que aterrorizam os países de outros continentes.
Em contrapartida, temos um presidente que pela falta de instrução escolarizada acredita, que estudar não é tão importante assim, e que por esse motivo impõe cotas, diminuindo as pessoas e a qualidade das universidades.
Temos as fraudes nos concursos públicos, isso quando não temos a exposição de vagas que não existem, apenas para que muitas pessoas se candidatem e nunca sejam convocadas, afinal isso dá grana para os órgãos públicos, quanto mais inscritos melhor, depois esperam o tempo passar e não chamam quem estudou, foi aprovado e pagou por uma oportunidade de forma honesta, afinal sempre há um jeitinho de colocar o filho de um amigo que não era tão estudioso assim na escola. O coitadinho merece!
Chegamos a um tempo que ser honesto virou crime, esse é o país do “jeitinho brasileiro”, se não der na honestidade - e quase nunca dá, vamos para o “jeitinho”, sempre tem um político safado pronto para tirar vantagem, pois no Brasil ou você é corrupto ou corrompido, senão está fora do sistema, e se você fica fora, todas as portas se fecham para você, não adianta muito falar, gritar: nem pense nisso, senão os que fazem o sistema ferram tua vida, se não é de uma forma é de outra. Lutar contra o poder, é lutar contra todos, pois são todos aliados, de uma instância a outra. Pegam você de qualquer jeito, pode ser até no imposto de renda.
É sempre mais fácil dá bolsa esmola, do que gerar empregos, bolsa-esmola rende votos, principalmente se isso é no Nordeste, é muito pobre, muito desempregado, muito analfabeto, muita tristeza. E ainda tem a seca. Então que se transponha o “Velho Chico” e ferre-se com a vida dos que vivem dele, degradem a natureza, afinal amanhã ninguém precisará mais dele. Não estaremos mesmo vivos no futuro, não é verdade? Construir poços custa caro, principalmente em terras com lençóis de água tão promissores, será que nenhuma empresa de perfuração tem amigos no poder?  Ou será que a indústria da seca é mais promissora?
Dos SEM, nem sei se é bom falar, SEM-TETO, SEM-CASA, SEM-TERRA, SEM-EDUCAÇÃO, SEM... Isso é a cara do Brasil, uma piada de mau gosto. Os sem-teto andam invadindo, roubando, seqüestrando, matando e outras atrocidades mais, o pior é que se for realizado um estudo sério, nem metade dos que recebem os lotes de terra permanecem nela, findam vendendo aos sindicalistas que são os principais beneficiados, são os novos homens de posse no Brasil, e nem é bom contestar, não há quem prove, afinal, tudo é feito em surdina nos acampamentos. Logo, os que venderam os lotes, se mandam em busca de novas terras, de novos acampamentos e mais uma vez se tornam SEM - VERGONHA, de invadir novas terras. Isso é o cúmulo, e o governo ainda dá mais verbas. Foi notícia, invadiram, aprisionaram, roubaram um casal e receberam um prêmio: aumento de verbas para eles, pelo governo federal. Daqui a pouco invadem nossas residências, como já fazem os ladrões, e fazem o mesmo conosco, afinal coitados, NÃO TIVERAM OPORTUNIDADES. Será que não?
As escolas estão aí, podem não ser boas, mas ninguém quer estudar de verdade, brincam de estudar e fingem que aprenderam. Com um diploma  qualquer  na mão, todo mundo é doutor, basta um amigo político e é cargo de confiança na certa. Poder e mandar nos outros, aí o quadro se reverte, QUEM NÃO SABE MANDA, E QUEM SABE OBEDECE, PARA NÃO SER BURRO.
O Brasil virou piada!

Soliana Meneses
Enviado por Soliana Meneses em 18/03/2006
Código do texto: T124751

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soliana Meneses
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
142 textos (9676 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:03)
Soliana Meneses