Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

350 ANOS DA RESTAURAÇÃO PERNAMBUCANA SÃO COMEMORADOS COM INAUGURAÇÃO DE OBELISCO ESCULPIDO EM PORTUGAL


          A comunidade pernambucana e luso-brasileira foi agraciada, no dia 20 de março p.p., com um majestoso monumento erguido em homenagem aos heróis da Restauração Pernambucana que, recentemente, completou 350 anos da sua efetivação.  Foi um dos momentos mais heróicos da história luso-brasileira, no qual o exército composto por brancos, negros e índios aniquilou e expulsou definitivamente os invasores holandeses que haviam se instalado no nordeste brasileiro pretendendo dividir o território brasileiro pela subtração dessa importante parcela do mesmo para ser governada pela coroa holandesa.
          Trata-se de um obelisco esculpido em Portugal, com granito de Esposende, pelo escultor português Francisco Nóvoa, que obedeceu ao esboço do grande artista plástico pernambucano, Francisco Brennand e ao projeto arquitetônico do arquiteto português Maia Gomes.  Encontra-se exposto ao público na cidade do Recife, em frente ao antigo cais da alfândega, junto ao Rio Capibaribe, local que foi palco de importantes batalhas pelos idos do século XVII e que permitiram a restauração pernambucana.
           O obelisco tem 9,50 metros de altura, pesa cerca de 20 toneladas e foi inaugurado com a presença do governador do Estado de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos, do prefeito da cidade do Recife, João Paulo Lima e Silva, dos comandantes regionais do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, do cônsul de Portugal em Recife, Fernando Marcos, do Conselheiro das Comunidades Portuguesas para o Nordeste do Brasil, José Miranda Reis de Melo, do presidente do Conselho da Comunidade Portuguesa de Pernambuco, Zeferino Ferreira da Costa e inúmeras outras autoridades e figuras de relevo nos campos, cultural, artístico, arquitetônico, histórico e associativo da capital pernambucana.   A presença maciça do púbico foi sentida não só pelo seu expressivo número, como também pelo seu entusiasmo, não se cansando de aplaudir os diversos oradores que evocaram a intensa amizade que une brasileiros e portugueses e as figuras históricas de Matias de Albuquerque, Henrique Dias e Felipe Camarão, que se destacaram na luta pela expulsão dos invasores estrangeiros, formando um exército luso-brasileiro que se caracterizou pela sua profunda união e integração social e racial que marcam até hoje a figura do povo brasileiro.
            Foi com imensa alegria que cumpri a minha promessa de comparecer ao evento, que fiz quando exercia a honrosa função de Deputado pela emigração portuguesa na Assembléia da República, tendo me sida oferecida a oportunidade de presenciar a uma das mais belas comemorações cívicas luso-brasileiras das que tive até hoje oportunidade de assistir, não só pelo sentido histórico e patriótico que a caracterizou, como pela qualidade do público presente e, principalmente, pelo fato de ser revelador de que a comunidade portuguesa do Brasil ainda está viva e se faz presente quando é conduzida por mãos como as de Zeferino Ferreira da Costa, idealizador e promotor deste importante marco de luso-brasilidade.

                   Eduardo Neves Moreira
Ex-Deputado na Assembléia da República pelo Círculo de Fora da Europa
Presidente do Elos Clube do Rio de Janeiro
Eduardo Neves Moreira
Enviado por Eduardo Neves Moreira em 02/04/2006
Código do texto: T132530
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Neves Moreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 71 anos
47 textos (5883 leituras)
1 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:07)
Eduardo Neves Moreira