Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PALCO DA VIDA

        Representando o que gostaríamos de ser, somos, conseqüentemente, aquilo que representamos. Cúmulo da fé, porém, seria morrer para dar credibilidade à crença de estar doente – porque querer é poder!

Toda conquista gera responsabilidade e cobra postura adequada ao respectivo compromisso e ao ambiente de atuação. Nem sempre gostaríamos de enfrentar determinadas situações e às vezes nem estamos preparados para elas. Entretanto, isso não se justifica. Os acontecimentos são impostos à nossa vida em função do que desejamos para ela. Nada é gratuito e nem acontece por acaso. Tudo que desejamos ardentemente se realiza e os elogios ou críticas são conseqüências da nossa própria representação e capacidade de convencimento.

A platéia é um detalhe passageiro, pois atem-se ao campo de visão e muda de atitude quando mudam os personagens. Mas o personagem fica impregnado com o fato representado que passa a fazer parte da sua história e influir no enredo da sua própria existência.

Nossa cultura determina nossas crenças. Nossas crenças influem no nosso comportamento. Nosso comportamento gradua a nossa personalidade que, por sua vez, é guiada pelo instinto do caráter que vem de berço.

Representamos aquilo que gostaríamos de ser e acabamos por ser, conseqüentemente, aquilo que representamos. O cúmulo da fé seria morrer para dar credibilidade à crença de estar doente – ou querer estar, se conveniente – porque querer é poder!

A vida é um palco e nela representamos diariamente. Na infância, de forma autêntica, verdadeira, sem cuidados desnecessários e alheios às conseqüências. Na adolescência, de forma mais ousada e rebelde, um pouco mais desconfiados e com as conseqüentes inseguranças. Quando adultos, aprendemos o auto-domínio e apuramos o senso de ridículo. Todos, indistintamente, passamos por essas fases. Embora não, necessariamente, nessa ordem...

O mais interessante disso tudo, porém, é que a responsabilidade sempre traz crescimento. Assim sendo, quem assume compromissos cresce - independente da forma como se conduz ou é conduzido, consciente ou inconscientemente!

Postura, portanto, é algo que a vida cobra e ensina. Para o ator e para a platéia...
Lourenço Oliveira
Enviado por Lourenço Oliveira em 06/04/2006
Código do texto: T134777
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lourenço Oliveira
Salesópolis - São Paulo - Brasil
1277 textos (109589 leituras)
23 e-livros (1394 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:11)
Lourenço Oliveira