Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Frente &verso

 
     O fantástico mundo da ilusão está à disposição de todos. A qualquer hora vemos, por entre as nuvens, grupos de pessoas que voam alegremente; da mesma forma, na terra, bandos de gatos fazem cabos de guerras com pitbuls, borboletas conversando com as flores e a manada de leões aplaudindo o desfilar de saudáveis gazelas. O incrível mundo onde os animais se confraternizam insiste que, nele, o beijo é técnico e as insinuações sexuais, também.

     A televisão com pouco mais de setenta anos de existência, ocupa hoje um espaço tão grande, até então, nunca imaginado pelos homens. Gera ilusões; é educativa e, ao mesmo tempo, dispersiva.Sendo fruto do capitalismo, qualquer minuto pode valer milhões. É penetrante; seus anúncios, mesmos os mais absurdos, vãos aos poucos se enraizando nas mentes estressadas transformando o indigesto em elegante, o cafona em moda. Por estar diretamente ligada ao consumidor, traz sempre novidades. Tornou-se, com o tempo, informante de verdades e inverdades; é capaz de mergulhar nos abismos oceânicos trazendo a tona animais que jamais viram a luz solar. É capaz de mostrar um óvulo se desprendendo do ovário; as veias internas, os canais do sistema digestivo. Por estar ligada à base exploratória da opinião pública, vive criando furos jornalísticos com o intuito de ocultar vexames políticos. Exploram a miséria em busca de audiência, cultua o ridículo, o tacanho em busca de debates. Os programas populares exibem “gatos e gatas sarados e de cabeças vazias” estimulando o lado sensual que os humildes têm em abundância: sonhos e uma imaginação fértil. Incentivando-os a assimilarem a emolduração talhada pelos clérigos, os “noveleiros” e poetas, transformam instintos reprodutivos em amor com os mais diversos adjetivos.

   É um veículo contraditório; por um lado traz cultura, por outro, o estímulo à violência como entretenimento. Mistifica assuntos banais, mas é também a desvendadora de mistério e tabus. Seus refletores aceleram processos, faz o político aproveitador se recuar; mas, ao mesmo tempo, é retalhatória direcionando os melhores programas aos canais pagos, indiretamente, alimentando a divisão social. Sua imponência a capacita em fazer o bem a toda a humanidade, porém, seus diretores preferem louvar a desgraça do agreste a forçar a elite em providenciar meios dignos para salvar aquele povo.Por fim, é a fonte indicada para denunciar todas as mazelas do mundo, no entanto, preferem santificar as patetices da eleição americana canonizando a imagem de Bush e Gore por dias seguidos. É um veículo que cumpre a sua função e, pelo avanço conquistado, mostra que traduz a exata aspiração de seus povos. No fim de noite, por exemplo, mostra em cadeia nacional a farsa encenada por ACM, Aécio, Barbalho e seus coadjuvantes e, para as crianças, o humor bestializado dos tiriricas da vida. Faz coisa glamorosas, mas peca pelo excesso de ilusão. Sendo obra humana, justifica-se tais imperfeições, pudera; afinal, vivemos num mundo onde cães, gatos, leões e antílopes, são inimigos naturais.

A Notícia. 2001.
 

 

 
Ciro do Valle
Enviado por Ciro do Valle em 06/04/2006
Código do texto: T134819
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ciro do Valle
Salesópolis - São Paulo - Brasil
99 textos (5150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:21)
Ciro do Valle