Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS BESTEIRAS DA TV

  É provável que vocês pensem que eu sou viciado em televisão, porque aqui-acolá, reclamo do sexo explícito e das demais safadezas que aparecem nas novelas e nos programas de auditório. Tem gente viciada que passa horas e mais horas, com os olhos vidrados em tudo que é exibido. Quando em casa, eu sempre estou fazendo algo. Não sou de dormir cedo, nem de me acordar tarde. Se for num sábado, domingo ou feriado, eu faço limpeza na caixa dágua, lavo meu carro, dou banho no cachorro ou ando com ele. Também, me divirto com minha arara Xuxa e faço consertos na instalação elétrica ou hidráulica. Durante a semana, à noite, quando em casa, durante ou depois do jantar, eu ligo a TV para ver e ouvir os noticiários. Quando eles terminam, leio livros e revistas, toco no meu órgão eletrônico, entro na internet para pesquisas e salas de bate-papo, todavia, não ligo a televisão para programas que não sejam futebolísticos ou noticiosos.
Quando estou sem pequenos trabalhos para fazer em casa, às vezes é que ligo a televisão para tentar um bom filme, mas, quase sempre eles não são do meu agrado. Dou uma passadinha em todos os canais, quando me deparo com a Hebe, Ratinho, a Adriane Galisteu, Gilberto Barros, Sílvio Santos e Faustão. Em todos eles só vejo pobreza  de conteúdo e mesmo assim seus auditórios estão cheios, já que o povo está desempregado, sem ter o fazer e porque muitos gostam da mediocridade.
Hebe está ridícula e imoral. Se apaixona por rapazinhos e tem atrações por mulheres, suas amiguinhas, aquelas que ela beija na boca. Seus quadros são medíocres e  em todos os seus programas o besteirol toma conta da noite. Todos mundo pra ela é lindo ou é uma gracinha. Ratinho com seu jeitão simpático, poderia comandar um programa sério e, certamente, teria uma boa audiência, porém, apela para a baixaria, sem nada de instrutivo levar para o palco. Adriane Galisteu, embora tenha uma boa desenvoltura no palco e demonstre inteligência, não se apresenta com nada instrutivo e que seja uma atração que nos interessa. Ela leva para o palco maconheiros tatuados para emitirem opiniões sobre assuntos sérios que só especialistas deveriam tratar deles.  São momentos de besteiras e mais besteiras.
Gilberto Barros está em todas. Metido a galã, tem uns trejeitos que nos deixam crentes de que ele é, já foi ou tem vontade de ser. Nos seus programas rolam assuntos e competições para pessoas que não precisam ter nem um pouquinho de inteligência. Quer aparecer muito e não deixa o seu interlocutor falar ou terminar uma frase.  Tenta imitar o Sílvio Santos, mas, falta-lhe a vocação pra bicheiro, já que os programas do Sílvio, causam concorrência ruinosa ao jogo de bicho. Sílvio Santos é inteligente pra ganhar dinheiro, sabe se comportar bem no palco, tem carisma, mas, mistura suas roletas com tentativas de nos trazer conhecimentos gerais de maneira sapecada. Vende muitos dos seus famosos carnês e deve distribuir muito dinheiro com quem autoriza suas promoções. Ganha fortuna e só paga o que quer. Sempre anda distribuindo prêmios em casas, automóveis e eletrodomésticos, mas, seu faturamento deve ser o dobro ou o triplo do que sorteia. É um dos homens mais ricos deste Brasil e concorrente número um do jogo do bicho. Ninguém é doido em atrapalhá-lo. Transforma o país num cassino e os órgãos do governo que deveriam proibir os jogos de azar ou as contravenções penais, deixam tudo rolar como Sílvio bem quer. Sabe por quê ?    Pra que é que existe prop.......?
       E Faustão ? Em burrice, foi diplomado. Não decora nada, pois, é tapado e vem fazendo sucesso na sua platéia de analfabetos. É imoral, indiscreto e todas as vezes que ameaçam tirar seu programa do ar, ele diz que, se acontecer, vai descobrir os podres da Globo.
   


Obs: Este artigo já foi publicado no Jornal EXTRA, daqui de Maceió, onde Deus criou o paraíso.
José Arnaldo Lisboa Martins
Enviado por José Arnaldo Lisboa Martins em 26/04/2006
Reeditado em 27/04/2006
Código do texto: T145848
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Arnaldo Lisboa Martins
Maceió - Alagoas - Brasil
69 textos (17130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:39)
José Arnaldo Lisboa Martins