CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

A POESIA CONTEMPORÂNEA NO BRASIL

A poesia contemporânea chegou ao Brasil com o movimento lírico que nasceu no fim do século XIX e chega até os nossos dias, abarcando, portanto diversas tendências, nomeadamente a literatura científica que identifica de forma geral as seguintes: Neo - Romantismo, simbolismo - Decadentismo, Geração de "Orpheu", Geração de "Presença", Novas Tendências Realistas e finalmente a denominada Poesia Experimental.
As palavras que uso para me referir a uma mente aberta e consciente sobre a Poesia Contemporânea no Brasil, não são tão animadoras como deveriam ser. Pois vivemos num País que investe muito pouco na literatura e que, constrói um progresso distante do que poderia ser uma faculdade de interesse popular.
O entendimento da natureza através do pensamento permanece algo relativo à cultura de cada lugar, a educação e a instrução adquirida ao longo da vida. Porém, mais do que nunca a poesia no Brasil tem sobrevivido de forma singular. Por ser uma das formas que o povo encontrou de liberar suas opiniões... de emanar sentimentos e até mesmo, reivindicar seus direitos. Embora, com isso a poesia tenha perdido a fórmula de sua profundidade... ela permanece muito mais livre a intensificar relações culturais e a difundir seu corpo de linguagens sem fronteiras.
Nunca se viu tantos poetas e com textos admiráveis. Mas faltam espaços para a poesia. Algo que torne público, o conceito de quem escreve e de quem irá ler. Que venha interagir na divulgação, abrindo portas para o conhecimento, facilitando seu propósito, determinando os custos na concretização e que, faça com que a poesia seja autenticada de forma existencial.
Nosso País é rico em cultura e nosso povo, mesmo sem adquirir a educação básica, a instrução necessária... ousa numa profunda egolatria. Coisa que nem sempre é tida como uma função incorreta, porque a estatística do País não completa a vocação do ser Poesia, no ser Poeta!
 
“Tudo vale a pena se alma não é pequena”
                                                                     (Fernando Pessoa)

Fim desta, Cristina Maria O. S. S. - Akeza.
Akeza
Enviado por Akeza em 20/03/2009
Reeditado em 23/02/2014
Código do texto: T1496108
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 53 anos
2047 textos (386482 leituras)
57 áudios (107759 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/07/14 20:16)