Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imortal amada

Desencontros lamentáveis e equívocos de comunicação no relacionamento humano são responsáveis por boa parcela de aflições e desentendimentos humanos.
Esta é bem a tônica do excelente filme biográfico Minha Amada Imortal, do grande compositor clássico Beethoven.
Não deixe de assistir, leitor. A história do famoso e incomparável nome da música que ultrapassou o tempo e brinda nossa audição, é bem um exemplo do que é capaz de causar a ausência de uma boa comunicação e os desencontros por equívocos que poderíamos evitar se deixássemos as coisas mais às claras.
Nos confrontos e conflitos é sempre preferível ouvir com atenção, sem prevenção, todas as versões, ao invés de ficarmos nas janelas do “ouvi dizer”, ou mesmo estacionarmos na velha acomodação de “achar” que o outro disse ou não disse. Normalmente no jogo do simplesmente “achar”, sem constatar realmente, perdemos valiosas oportunidades de fazer a própria felicidade, de promover a felicidade alheia e desfrutar a abundante vida que está à nossa disposição. Depois, tardiamente, vem o remorso, a confirmação do tempo perdido, as oportunidades desperdiçadas. E isso, quando o tempo já passou... Que pena!
Melhor agora, chamar para dialogar. Expor com clareza, ouvir com atenção. Afinal não existem inocentes ou culpados, certos ou errados, vítimas ou algozes. O que existe mesmo são apenas seres humanos, que somos todos, em aprendizado contínuo. Todos com sua vida, sua casa, sua família, suas lutas, suas conquistas, suas alegrias, suas dores; amam, odeiam, divertem-se ou choram, a depender das circunstâncias.Mas não somos, nenhum de nós, seres que só desejam destruir, destituídos de sentimentos. Não! Somos simplesmente seres humanos, desejosos de viver em paz.
Por isso, permitamo-nos dar a uma chance a nós mesmos e também aos demais que conosco convivem, ao invés de ficarmos nos perigosos “achismos” sem palavras, que tantos desencontros provocam e tanto infelicidade carregam em suas conseqüências.
Considerando que todos somos falíveis, sujeitos a equívocos, tropeções, dúvidas, necessitados de compreensão e tolerância, a vida ficará mais suave e exercitaremos a mesma compreensão e tolerância com os outros. A mesma que igualmente precisamos. Colocando-nos, mutuamente, na mesma condição de aprendizes, em experiências diferentes, saberemos compreender-nos uns aos outros.
Por isso, insisto com o leitor. Quer um filme para uma boa reflexão?
Não deixe de assistir Minha Amada Imortal! E, claro, assistindo o filme, você ainda poderá ouvir, de fundo, as belas composições que tanto bem fazem aos ouvidos...

Orson
Enviado por Orson em 09/05/2006
Código do texto: T153134
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Orson
Matão - São Paulo - Brasil, 56 anos
298 textos (94339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:10)