Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIGA NÃO AO EGOÍSMO

DIGA NÃO AO EGOÍSMO

No conceito da língua portuguesa a palavra orgulho tem como significado precípuo o sentimento de dignidade pessoal; brio, altivez, conceito elevado ou exagerado de si próprio; amor-próprio demasiado; soberba e  aquilo ou aquele(s) de que(m) se tem orgulho. Vejam que na definição de egoísmo algumas palavras não se completam com a definição de orgulho. Egoísmo é o amor excessivo ao bem próprio, sem consideração aos interesses alheios, exclusivismo que faz o indivíduo referir tudo a si próprio, filáucia, orgulho, presunção. Pode ser a  doutrina que considera como princípio explicativo dos preceitos morais, e como princípio diretor da conduta humana moral, o interesse individual, é o amor exclusivo e excessivo de si, implicado na subordinação do interesse de outrem ao seu próprio.
 Precisamos saber que não é egoísmo respirar mais oxigênio ou encher mais os pulmões com ar do que as outras pessoas ao seu redor. Não é egoísmo recolher uma jarra de água numa fonte, onde as outras pessoas se contentam em buscar apenas um copo. Não é egoísmo acreditar em Deus, durante as 24 horas do dia, enquanto outras pessoas ignoram-no ou quando o reconhecem é por apenas alguns minutos, durante o momento em que estão rezando ou fazendo algum pedido a Ele. Não é egoísmo reconhecer e conscientizar a presença  de Deus, dentro de nós, enquanto as outras pessoas o têm bem longe, entre as nuvens ou estrelas. Enquanto o ar e a água são abundantes e inesgotáveis, Aquele que criou o ar e a água é infinito, onisciente e onipresente. Agora, sem receio, mova-se na parceria com Deus e tudo lhe correrá bem.
Vale ressaltar que o homem no poder de sua inteligência e do seu livre-arbítrio complicou tudo, pois afirma veementemente que existe o orgulho positivo em contrapartida do orgulho negativo, e aí o que vou afirmar. Sim a que orgulho?  Mas, quando provarem que se pode aceitar o orgulho como positivo ou negativo, devemos ter o cuidado de não entrar em enrascadas por confusão na conceituação de certas palavras de nossa língua. Certos pais afirmam: “tenho orgulho de meu filho, pois ele é inteligente, educado e sabe lidar com as pessoas”. Fica o questionamento, se a vaidade é um tipo de orgulho, ou não? Se o orgulho e egoísmo se completam.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-ESTUDANTE DE JORNALISMO DA FGF-MEMBRO DA ACI E ACADÊMICO DA ALOMERCE.
Paivinhajornalista
Enviado por Paivinhajornalista em 31/05/2006
Código do texto: T166678
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paivinhajornalista
Fortaleza - Ceará - Brasil
2096 textos (759729 leituras)
1 e-livros (161 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:09)
Paivinhajornalista