Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU, HOJE COM MEUS SONHOS DE ONTEM


EU, HOJE, COM MEUS SONHOS DE ONTEM

Hoje acordei com vontade e com saudade, vontade de sair, me divertir e ficar observando as pessoas e a natureza. Observar como as  coisas são diferentes do que imaginamos. E ver como somos egoístas a  ponto de não entender o sentimento alheio. As vezes estamos tão próximos de alguém que sofre e talvez por distração ou mesmo egoísmo, deixamos de dar atenção, conforto e amor a quem precisa.
O mundo anda louco, e como se não bastasse a fome e a miséria, temos ainda as guerras, seqüestros, roubos, assassinatos, gente se matando com drogas, guerras entre famílias, entre religiões... Tudo isso tem um nome: IGNORÂNCIA. Por causa dela sofremos e é um sofrimento que poderia ser evitado se as pessoas não fossem tão mesquinhas.
Gostaria muito de me divertir, mas com tudo isso acontecendo, a diversão perde a graça. E não dá para esquecer pois está nos nossos olhos. Como é possível esquecer o que estamos vendo? Os homens de hoje estão se tornando frios, corruptos e hipócritas, não têm boa vontade, não ajudam a ninguém, não se preocupam com o próximo, estão cada dia mais distantes dos problemas de pessoas que necessitam de  ajuda. É  preciso evoluir...
Já a minha saudade é de um velho sonho que não se realizou, m sonho lindo onde as pessoas se ajudavam, todos eram amigos, onde existia carinho e paz ente as pessoas. Um velho sonho, que na realidade, será sempre sonho, e eu sempre escrevo nos meus sonhos... talvez seja vontade de viver um sonho, nunca acordar para a vida, sonhar para melhorar um  pouco para encontrar um sentido na vida. Indo em busca de um ideal que, talvez, eu creio nunca alcançar devido às indiferenças as quais estou sentindo.
No mundo  dos animais é bem melhor para se viver, entre eles pelo menos há mais harmonia eles se entendem entre si, não há guerras, não há maldade, eles vivem em paz! Será mesmo que eles são nossos irmãos inferiores? De que vale a nossa inteligência quando a usamos para praticar o mal? Os animais, segundo dizem, não pensam. Será? É claro, eles não devem ter pensamentos como os nossos, mas creio que pensam sim. Se eu vivesse no mundo animal, agora não estaria triste como estou, com uma imensa saudade  de um amor e de um sonho que jamais se realizará...

Kátia Susana Perujo.
Susy
Enviado por Susy em 05/06/2006
Código do texto: T169854
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Susy
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
143 textos (9121 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:12)
Susy