Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Poder da Fé para Superação das Drogas

As Comunidades Terapêuticas tem no programa a espiritualidade como um recurso motivador para que o recuperando consiga encontrar-se em si mesmo, e a partir daí, construir mecanismos para uma reformulação de vida entrando assim, num processo de crescimento e desenvolvimento emocional e espiritual.

Qual a finalidade e porque ela se faz tão importante num tratamento? Por a espiritualidade levar o Ser Humano entrar em si mesma. Sem  sofrimento descobrir o sentido de sua existência, isto ocorre pela facilidade que a espiritualidade tem de penetrar através da sensibilidade, tornando-nos capazes de caminhar pela nossa história.

Como está o dependente quando procura ajuda? Normalmente está com a auto estima baixa devido a impotência  diante de sua realidade. Realidade esta que é o problema de saúde tanto orgânica quanto psíquica. Dentro  destas complicações estão as neurológicas, o desgaste emocional, traumas psicológicos relacionados a perdas sociais; sentimento de culpas; ressentimentos. Enfim, há uma gama de situações que torna-se complicadores para que alguém consiga superar a compulsão e manter-se abstinente.
 
Então a espiritualidade no tratamento tem uma função importantíssima pois é através dela que o recuperando trabalha em seu passado, no seu presente com um direcionamento para o futuro.

Porque trabalhar no passado? Através de um crescimento espiritual interior a pessoa passa a aceitar a sua realidade e perceber que embora tenha adquirido a dependência é alguém que tem dignidade. Que embora tenha passado pelo vale da morte ( sofrimento devido as conseqüências das drogas ), ainda tem a vida que é o Dom Maior. Pela Espiritualidade há uma abertura interior que o permite trabalhar os “traumas, o medo e o ressentimento, sentimentos estes que bloqueiam e trazem dificuldades para uma sobriedade.

A dependência não é uma matemática, sendo assim, não existe uma abordagem única e a garantia da recuperação. Cada pessoa tem uma reação diante a dependência química Uns tem mais facilidade em superá-la, outros sempre viverão com estratégias ao longo da vida com eternas recaídas. Infelizmente, outros morrerão sem jamais vence-la ou mesmo controlá-la. No entanto as recaídas  não significam dizer que a espiritualidade falhou.

A dependência tanto pode ser curada como não, o importante é que a espiritualidade obtém seus objetivo. Mesmo que o dependente não se recupere, alguém que passa pelo processo de espiritualização não será igual à antes. Muitas  curas em seu interior ocorrem independente de vencer a dependência ou não.

É importante entender que a espiritualidade tem como objetivo promover a paz interior, dar a serenidade necessária para que o recuperando possa trabalhar em sua dependência, e por fim, permiti o desenvolvimento deste lado místico que todo ser humano tem e necessita.

Através também da espiritualidade o recuperando começa a aceitar o tratamento e abrir-se aos trabalhos realizados pelos profissionais para que fluem normalmente. Pôr meio da espiritualidade há uma abertura total do recuperando para tudo aquilo que possa ser útil ao restabelecimento de sua saúde .

A espiritualidade promove a pessoa humana e assim, ocorre uma reformulação de vida, um novo olhar para o mundo a sua volta. A espiritualidade, leva o homem a perceber e conhecer sua limitação como ser humano; a certeza de ser amado mesmo dentro desta limitação e assim, construir uma nova filosofia e estilo de vida. Uma filosofia onde o egoísmo, o orgulho, a indiferença, a co-dependência dá espaço a simplicidade, a humildade, a aceitação e o amor ao próximo.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 14/05/2005
Reeditado em 24/11/2005
Código do texto: T16986
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5265 textos (1218819 leituras)
5 e-livros (11751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:54)
Ataíde Lemos

Site do Escritor