Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                        PÃO  E  CIRCO
 
A política do pão e circo foi implantada na Roma antiga, devido à migração dos camponeses para a cidade. O aumento brutal da população provocou falta de emprego, então foi inserida a política de “panem et circences” (a política do pão e circo), que constituía em lutas diárias de gladiadores nos estádios com distribuição de pão ou trigo aos presentes. O objetivo foi plenamente alcançado, já que enquanto o povo se distraia se alimentava.
As festas tomaram tal vulto, que  Roma chegou a ter 175 dias de feriado por ano. Aqui acontece algo semelhante. São a formação das favelas e no interior, a aposentadoria pelo trabalho rural de quem nunca recolheu qualquer importância para isto, além da distribuição das diversas bolsas onde sobressai “ a bolsa família”.
Sou residente  em Niterói  cidade do Grande Rio. Ontem à noite,  por volta das 23 horas, fui  obrigado a atravessar  a  cidade de carro e durante todo percurso, não vi sequer  um policial. Na  cidade, fora das áreas de maior  densidade de restaurantes e  bares, só vi crianças e muitas  delas cheirando cola, sem contar mendigos  dormindo embaixo das marquises. Parar no sinal nem pensar até porque, são desligados  às 22 horas por questão de segurança da população.
A cidade, que já foi a primeira  em qualidade de vida, hoje é um exemplo negativo em quase tudo, mas isto não é uma característica de nossa cidade. Na  cidade  do Rio de Janeiro  é  muito  pior. Tem de tudo isto e ainda  uma violência  inigualável com assaltos brutais e setores proibidos ao trânsito, sobressaindo as Linhas Amarela  e Vermelha  além dos  diversos túneis  onde  o chamado arrastão é normal.
Mudando de Estado, vamos à Região Norte. Como estarão  aqueles, que residem no chamado Beiradão, às margens  dos Rios da Amazônia Legal, que não tem de forma alguma escola, água potável e  esgoto, onde o atendimento médico só existe duas vezes  ao ano, quando por lá  aportam os NAPAFLU (Navio Patrulha Fluvial), levando  toda  uma equipe médica e medicamentos. Estes brasileiros vão  continuar  à míngua, passando  fome e  sem nenhuma perspectiva de vida vivendo  do que  o rio e a selva lhes dão.
Tivemos na cidade do Rio de Janeiro o Pan-Americano, o que  ficou para a cidade?  NADA. De toda estrutura  montada só o Engenhão  está em uso, assim mesmo porque  está arrendado ao Botafogo. O Parque aquático, o velódromo estão em total abandono. A área de desportos  equestres e de tiro, pertencem  ao Exército e na medida  do possível recebem manutenção, mas possivelmente quase tudo será refeito.
Teremos um gasto financeiro  nunca visto e segundo  as notícias de hoje, quase que circunscrito  a Barra da Tijuca, onde devera ser construída a Cidade Olímpica. O que ganhará o restante da cidade? Quase nada, aliás, o nada que já têm e vão  continuar assim, porque  as obras de infra-estrutura  não devem chegar a Jacarepaguá, muito menos a zona Oeste. 
Assistimos nossos dirigentes  comemorarem alegremente a escolha do Rio para  as Olimpíadas em 2016. Acho que esqueceram, que um Soldado  de Polícia  ganha  R$900,00 (novecentos reais) e que tiveram este ano por  bondade  do Governo do Estado  5% de aumento. Os médicos, ganham cerca de R$1.400,00 (um mil e quatrocentos reais) e que os transplantados, aidéticos, portadores de hepatite C e outros, só conseguem medicamentos através da Justiça. Os professores ganham cerca de R$ 750,00 (setecentos e cinqüenta reais) e obtiveram um aumento fixo de R$400,00 (quatrocentos reais) divididos até 2212. A despoluição da baia já começou há mais de 20 anos e até agora continua cada dia recebendo mais esgoto in-natura. Os Hospitais  estão sem roupa de cama, medicamentos e profissionais. A Educação relegada a um plano secundário e vamos fazer um enorme investimento em algo que vai perdurar  15 dias.
O Município do Rio segue de perto o que acontece no Estado em termos de assistência ao povo. É como se estivéssemos  no cada um por si tal a desorganização.Mas teremos  15 dias  de ponto facultativo,dos apartamentos da Vila Olímpica que foram vendidos só 90% esta ocupado pois falta documentação por parte da Prefeitura .
Hoje entendo bem, porque diversos grupos organizados de Chicago mostraram-se contra, que as Olimpíadas  fossem realizadas  naquela cidade. Até  com campanha pela mídia eles afirmavam, que os políticos e construtoras ficariam  com o dinheiro e a cidade e o povo com a dívida .
Enquanto aqui teremos fatalmente contratos  superfaturados e os  eternos  aditivos (aumento no preço inicial), que  irrigarão o bolso de alguns mais desenvoltos que fatalmente se fartarão com o fruto de nosso trabalho.  Trabalho  do povo brasileiro. Os nossos  irmãos  dos Grotões vão ficar muito agradecidos de ver as Olimpíadas pela televisão. Por sua vez a mídia principalmente a televisiva, vai faturar alto com a transmissão para  o mundo  todo. Todos  vão ganhar e o POVO BRASILEIRO  vai pagar, é a política do pão e circo.
 
 
 
 
Ruy Silva Barbosa
Enviado por Ruy Silva Barbosa em 08/10/2009
Reeditado em 09/10/2009
Código do texto: T1854642
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ruy Silva Barbosa
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 70 anos
177 textos (120317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/14 11:31)
Ruy Silva Barbosa



Rádio Poética