Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                              ESQUECERAM DELE

Mais uma vez a seleção decepciona milhões de brasileiros que acreditavam numa grande vitória contra a França, ao esquecer que Zidane continua sendo, apesar da idade avançada para o futebol, o grande maestro dos campos europeus.

É inacreditável que nosso treinador, de competência duvidosa, não tenha criado um esquema especial para segurar o meio de campo francês, marcando principalmente o nosso carrasco na copa de 1998.

O que se viu foi um timinho apático, jogando um futebol medíocre sem objetividade. Quantos Ronaldos serão necessários para fazer um Zidane? Quantas Parreiras serão necessários para fazer um Felipão. Essa é a grande pergunta. Pois é inconcebível que justamente para enfrentar a França, Parreira entrasse com uma formação que não chegou a treinar. Sacrificando inclusive o desempenho de alguns jogadores, como foi o caso de Ronaldinho Gaúcho, Juninho Pernambucano e Kaká, num time que só tinha defesa e meio campo. E mesmo assim, com cinco jogadores formando o meio de campo da seleção, Zidane passeava sem marcação e quem se atrevia chegar perto levava banho de cuia e bola entre as pernas como foi o caso de Juninho Pernambucano e Ronaldo.

Não adiante se colocar culpa na meia de Roberto Carlos ou na falta de apoio de Cafu. A culpa maior está no treinador que não conseguiu formar uma seleção competente, mesmo tendo ao seu dispor uma geração de excelentes jogadores. Não tivemos esquema de jogo nem contra o Japão. Ganhamos pela competência individual, mas o coletivo deixou muito a desejar.

Mas agora não adiante muito reclamar o leite derramado. Não adiante lembrar que nossa seleção jogou apenas 15 minutos e apenas acertou um chute na meta do adversário e, diga-se de passagem, sem grande perigo. Não adianta lembrar que Parreira ficou quase todo tempo estático, não tomando nenhuma iniciativa para corrigir os erros da equipe, que não foram poucos. Não adianta lembrar que a atuação de Kaká foi terrível, nem defendeu e nem atacou. Que o senso de cobertura na defesa foi perdido com a saída de Emerson. Que se o juiz marca a penalidade cometida por Ronaldo à situação poderia ser pior. Aliás, nesse jogo tudo foi pior do que antes. Nas peladas anteriores jogamos ruim, mas vencemos. O primeiro jogo de verdade, perdemos.

Resta-nos esperar que em 2010 não encontremos outra França pela frente e, se for o caso, que Zidane esteja aposentado. Talvez assim nossos jogadores resolvam jogar bola e não ficar dentro de campo apenas admirando o adversário e suas jogadas mirabolantes.

Lima
Publicado na Gazeta do Estado de Pernambuco.
limavitoria
Enviado por limavitoria em 02/07/2006
Reeditado em 31/07/2006
Código do texto: T186456
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
limavitoria
Vitória de Santo Antão - Pernambuco - Brasil, 66 anos
70 textos (12452 leituras)
10 áudios (244 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:39)
limavitoria