Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hora de analisar.

Diz o jornalista e professor Zarcilio Barbosa – “Se fossemos exigentes com nossa educação como o somos com nossa seleção, nosso país seria bem melhor para se viver”.
Acrescentamos a frase de Zarcilio: Se fossemos exigentes com nossos políticos como o somos com os Ronaldos, nosso país faria gols de placa não só na educação, como na saúde, na tecnologia, na segurança, na economia, na moralidade...

Pois sim amigo leitor do Jornal Independente, cá estamos novamente para mais um ano eleitoral. 2006, elegeremos, Deputado Estadual, Deputado Federal, Senador, Governador e Presidente da República. Aproveito o ensejo e lhe pergunto?

Estas satisfeito com a situação e o cenário político de nosso país?
Tenho certeza que pensamos da mesma forma, e a resposta é negativa. Então, o que faremos para mudar esse cenário?

Volto nulo neles! Certo?

Errado, segundo o cientista político Gardêncio Torquato,  o voto nulo ou em branco, embora seja uma forma do eleitor manifestar sua indignação,  não é a melhor maneira de mudar o cenário político, porque o voto nulo ou em branco acaba por beneficiar justamente os políticos mensaleiros, corruptos, que são aqueles que fazem as campanhas mais abastadas e portanto, aparecem mais ao eleitor.
Não há mágica, a melhor forma de mudar a configuração de nossa política é se conscientizar, pesquisar, estudar a vida do candidato, avaliar suas propostas, refletir em torno de seus ideais, de seus comprometimentos.

Além do que,  precisamos fortalecer nossa região que anda com pouca representação no cenário político nacional.

Veja amigo leitor, aqui em Bauru, onde resido, nas eleições passadas foram perdidos mais de 110.000 votos. Sim, isso mesmo, cento e dez mil votos, dados a políticos que jamais voltaram a cidade. Votamos em José Dirceu, Enéas Carneiro, Dra. Havanir, José Mentor e tantos outros que não são de nossa região.
Utilizamos a força que temos (voto) para eleger pessoas de outras regiões que tem pouco ou quase nenhum interesse em beneficiar  Bauru, Dois Córregos, Mineiros do Tiete, Jaú...

Alguém se lembra de algum bom projeto que  apresentou um desses políticos pelo bem de nossa região? Eu não me lembro, por favor, se alguém  lembrar que me refresque a memória, farei questão de mencioná-los na próxima coluna.
Para se ter uma idéia de como desperdiçamos nossas escolhas, esses votos dariam para eleger dois deputados estadual e um deputado federal.
Chega de emprestar nossa atenção para interesses eleitoreiros, de políticos que aparecem em nossas casas apenas quando lhes convém.

Vamos estudar a vida dos candidatos, avaliar sua postura, seu comprometimento com a população e com as causas de interesse coletivo, e só depois de muito refletir e dialogar com amigos, iremos dar nosso voto de confiança.
Dia chegará em que nossos lideres o serão por merecimento, os mais sábios e generosos guiarão os rumos de nossa sociedade, porém, enquanto essa época não chega, temos mesmo é que pensar bem antes de votar.

Voltaremos neste assunto antes das eleições.

Forte abraço a todos.

Wellington Balbo
Enviado por Wellington Balbo em 11/07/2006
Código do texto: T191816
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wellington Balbo
Bauru - São Paulo - Brasil, 41 anos
364 textos (103977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:43)
Wellington Balbo