Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A HIPOCRISIA ATUAL

            A HIPOCRISIA ATUAL

         Eu sou vitima da hipocrisia atual, já fui chamado de homossexual por fazer poesia, por não ter atitudes machistas em relação a mulher e por não tratar as mulheres como objeto, porém muitos pseudo colegas do Colégio Polimig atualmente não devem ter a coragem que eu tive de entrar no estabelecimento da Rua Guaicurus em Belo Horizonte e deparar-se com as mulheres que existem lá ou namorarem uma mulher mais velha do que eles para viver uma relação madura, concisa e com responsabilidade.
          Duvido que um dia terão musas como eu tenho, todos meus flertes, namoros, ficadas, transas se portam muito melhor que os tipos que eles paqueram.
          Acho uma hipocrisia dizerem e baterem no peito que são mais homens porque pegam todas, será que essas todas tem dignidade para serem companhia para algum empreendimento?
            Tudo bem que se um dia fugi de uma garota não foi porque gostasse de homem é porque fúteis, vulgares e patricinhas eu repugno mais do que as Emas Punks, aliás, não quero saber se as adolescentes estão no auge de sua beleza, pois beleza não põe mesa e às vezes não vale nada se comparado a atitudes adultas, prefiro morrer do que deitar com uma menina da minha idade ou declarar algo para tais, contudo algumas de minhas musas estão nessa cidade, mas há um abismo que separa elas de quaisquer umas que se apresentam nas esquinas cotidianas, elas são bonitas, não em relação à estética de modelismo forçado presente em nosso universo e sim as singelezas de caráter, retidão que mesmo em plena ingenuidade passageira se tornam purezas incólumes de qualquer repugnância, elas são meninas que estão na camada dos encantos, são moças que não se encontram grávidas como a maioria, são moças que não estão promiscuas como a maioria, estudam ou trabalham e são independentes ao contrário daquelas que se acham donas dos próprios narizes, elas são recatadas, puras, ternas e não é poesia que cito aqui e sim fato, não citarei nomes, pois no futuro saberão quem são e se mesmo eu estiver errado o status das mesmas ainda será melhor do que da maioria dos projetos de mulheres que se apresentam ai, tudo é questão de tempo.
             Até agora não soube noticias de que as mesmas tivessem pego dst’s ou coisas parecidas e nem que não se prevenissem, mas não estou no cerne de todas, pois algumas perdi o contato, mas a confiança que tenho nelas pelo que vivi reforça que até não cometi nenhum erro ao escolher amores passageiros ou duradouros, de família elas tem uma tradição se não ortodoxa, pelo menos algo parecido trazem consigo, talvez sejam as mais maduras num pedaço aonde nem todas sabem absorver o próprio intróito de existência, sei que todas elas em sua proba estirpe nunca erigiram um palmo sequer de vicio réprobo, se experimentarem alguma loucura será válido, pois num mundo que meninas falam em chats que bebem e fumam, transam e procriam, minhas musas estão anjas se já não são em aura e espírito.
                Sei que até os amores de zona foram acertados. Tendo em vista que aquelas mulheres da Guaicurus pelo menos não querem roubar maridos, namorados ou casos de outras e nem sujam de graça como tantas nas regiões metropolitanas da vida, aliás, elas pelo menos usam camisinha fato longe das comuns que às vezes nem se cuidam dando para qualquer um a troco de nada, sendo sórdidas promiscuas, traindo e chifrando sem motivo, praticando a promiscuidade desprotegida e espalhando imunodeficiências para uma demografia já péssima em saúde e cuidados subjetivos, nossa como me criticam e nem olham para próprio eu, sei lá, as mulheres que escolhi são as melhores definitivamente, e digam o que quiser, elas serão minha posteridade rico ou pobre, doente ou pleno em saúde, na guerra ou na paz, serão em qualquer era e tempo, musas, pois alem de me inspirarem são limpas de quinta-essência e perfeição, viva as musas! E que elas derribem as opiniões dessa hipocrisia atual!
Edemilson Reis
Enviado por Edemilson Reis em 13/07/2006
Código do texto: T193432
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edemilson Reis
Vespasiano - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
332 textos (127526 leituras)
4 e-livros (593 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 15:01)
Edemilson Reis