Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARNAVAL... VOU-ME EMBORA PARA PASÁRGADA!

Hoje eu não amanheci triste nem precisando de amigo, simplesmente acordei! Mas, para ser sincero com uma raiva interna que sufoca. Alguém disse revolta?!? Não chega a tanto. Podem me chamar de demagogo, chato, careta... Mas se tem uma época do ano que eu mais detesto essa data é o período de carnaval.

Primeiro: O Governo gasta milhões em verbas com a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Com a chegada do carnaval esse esforço vai por samba abaixo, não adiantou em nada! Sexo é bom, sexo é vida, mas falta ao governo uma política de conscientização maior, só camisinha não adianta!
Segundo: A mídia propaga como se o carnaval fosse nossa cultura única, quando na realidade é festa de sexo fácil para gringos, e um caminho aberto para a prostituição infantil! Nossos governantes são hipócritas! Pois sabem disso e se omitem com a falta de uma política forte que alcance as crianças e adolescentes.
Terceiro: Não gosto de CARNAVAL! Por mais que as mulheres que sambam, e rebolam sejam lindas e perfeitas anatomicamente, ao mostrarem a bunda siliconada, revelam sua superficialidade, são carentes de espírito e desprovidas de personalidades, se tamparem as bundas, nádegas e seios elas murcham, desaparecem com o bumbum confeccionado em clínicas. Enfim, eu não gosto de carnaval... Mas para quem curte a festa das carnes, desejo prudência. Quanto a mim Vou-me embora pra Pasárgada. Aqui eu não sou feliz, lá a existência é uma aventura de tal modo inconseqüente... (Manuel Bandeira)

Escrevi este texto na semana do carnaval, quando estava fazendo turismo de aventura...
Natalino Oliveira
Enviado por Natalino Oliveira em 24/05/2005
Código do texto: T19359
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Natalino Oliveira
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil
29 textos (2315 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:27)
Natalino Oliveira