Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Afinal de contas, o Piauí existe ou não existe?

Como piauiense orgulhoso e feliz que sou, resolvi externar meu descontentamento com a imprensa e o povo brasileiro por tantos casos de repúdio ou pura desconsideração com o Estado do Piauí.
A rede Globo, poderosa máquina de opiniões, tem desprezado o Piauí em alguns momentos há pouco acontecidos. No atual Big Brother Brasil, que aliás nunca recebeu um integrante piauiense, uma participante natural do Ceará comentou com os outros colegas do programa que o pior lugar que ela já havia conhecido era o Piauí. Numa visita feita a Teresina não saíra do quarto do hotel tamanho era o calor que fazia na capital piauiense. Tamanho comentário não foi suficiente para um questionamento por parte do apresentador do reality show ou passou despercebido pelo mesmo.
Há pouco tempo, também, numa série de reportagens sobre os litorais brasileiros, o Fantástico, ao falar do litoral piauiense, enfatizava a todo o momento, com ar de desprezo que o nosso litoral era o menor do país e que, inclusive, poderia ser atravessado de bicicleta. Tudo bem, temos sim o menor litoral do Brasil, isso não quer dizer no entanto que não temos belezas naturais, riquezas e, principalmente, uma gente trabalhadora, educada e feliz.
Não se vê na televisão brasileira, reportagens engrandecendo os potenciais do Estado do Piauí, as belezas que possuímos, a modernidade da nossa medicina ou o valor da nossa cajuína.
Há alguns dias, uma professora da Unb (Universidade de Brasília) em visita a Teresina para palestrar numa conferência, externou sua admiração com o nosso Estado e confessou que não era aquele povo, aquela cidade ou aquele Estado que ela e muitos de seus colegas pensavam sobre nós.
Infelizmente é isso que acontece. Quando nas grandes metrópoles fala-se sobre o Piauí as pessoas imaginam logo um jumento carregando lenhas, acompanhado de uma mulher com uma trouxa na cabeça e uma criança seminua com a barriga grande e os pés descalços.
Não queridos amigos brasileiros, somos muito mais que isso. Também lemos Freud, Marx, Maquiavel e, acreditem, compreendemos. Também conhecemos a história do mundo e do nosso país e também formamos gente e, mais uma vez acreditem, uma gente muito bem formada.
O tão apreciado Jornal da Globo, ícone de competência e credibilidade, no último dia 03 de fevereiro, mostrou uma reportagem sobre o biodiesel, onde o presidente Lula recebia o governador do Estado do Paraná. Numa breve amostra de sementes de mamona, o então governador num súbito de gentileza levou as sementinhas à boca e mastigou devotadamente. O nosso presidente logo se assustou, sorriu e o informou que aquilo era tóxico, ao tempo em que o convidado cuspia rapidamente. Tal fato não foi comentado nem tampouco criticado como gafe, desatenção ou mesmo burrice.
Agora imaginem só se fosse o governador do Piauí...
Edjofre Coelho de Oliveira
Enviado por Edjofre Coelho de Oliveira em 14/07/2006
Código do texto: T194185
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edjofre Coelho de Oliveira
São João do Piauí - Piauí - Brasil, 34 anos
8 textos (1586 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:28)
Edjofre Coelho de Oliveira