Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os Dias


 Os Dias


Acordei bem cedo hoje, a preocupação veio e eu não consegui dormir.
Olhei para meu rosto no espelho a barba estava grande e incomodando, percebi que estou ficando velho, e a cada minuto que se passa estamos morrendo de alguma forma indolor e imaginária. Mas quem não está ficando velho? Então é melhor sair e enfrentar as ruas.
Mais pensando bem, do que me adianta viver, trabalhando, estudando, representando mais um papel na nossa sociedade do espetáculo? Do que adianta ter dinheiro no bolso e não importa o quanto você tenha, e a vida ser uma droga?
Você acordar todos os dias, sentir-se um animal impotente, competindo com outro ser para ver quem é melhor, quem vai si dar bem hoje? É duro você acordar e saber que todo dia vai  ser igual como um longo dia sem rumo, sem direção, o mesmo sol, as mesmas pessoas, o mesmo ônibus, a mesma roupa. Tomara que quando subirmos o telhado não seja como nossos malditos dias tristes, talvez depois que morrermos exista algo muito mais encantador e uma condição humana melhor do que esta presente aqui e ao mesmo tempo não ser nada, apenas existir para preencher espaços, talvez só com a morte, acabe de uma vez esta angustia, talvez apenas com ela é que realmente seremos livres e felizes.

Alex Medeiros
bandini
Enviado por bandini em 19/07/2006
Código do texto: T197252
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
bandini
São Paulo - São Paulo - Brasil, 34 anos
23 textos (1552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:13)
bandini