Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PODER DO CRIME E SUAS MAZELAS

  Diante da segunda onda de violência em menos de dois meses deflagrada de dentro do sistema carcerário pelo auto denominado primeiro comando da capital(PCC) em São Paulo,revela mais que uma simples eficiência dessa organização criminosa.Nesta cortina de fumaça onde vislumbra o manto negro da morte pelos audaciosos, violentos e covardes ataques do autêntico crime organizado,que não vem poupando prédios públicos e pessoas inocentes.Tiveram por respostas um indescritivel despreparo das autoridades,verdadeiros bate-boca entre o Presidente da República e o Governador de São Paulo que é lamentável... À hora pela gravidade da situação eleitoreira do episódio serve apenas para frustar o eleitorado. Que espera dos lideres politicos atitudes mais firmes, coerentes,competentes e subseqüentes para restabelecer a credibilidade nas instituições enfraquecidas diante do confronto imposto por esta organização criminosa. Será que realmente esse àtaque tem nome de "GUERRA CIVIL",quando ao sinal da ordem MATAR, RECUAR,PAREM "onde os presidiários lançam códigos e táticas tipicas do terror como se fossem os verdadeiros donos dessa grande Pátria BRASIL ". Até quando? Estaremos vigilantes com o grito atravessado na garganta como reféns do medo, no caminho escuro da insegurança que ronda solta em nosso dia a dia.Tenho me questionadodo porquê? De apenados terem suas benesses como telefone, conforto,modormia,viagens(exemplo vivo de fernandinho beira-mar aqui,alí,acolá) se foram punidos pelos seus atos, que paguem pelo desconforto e pela sua liberdade, mas
não é isso que vemos por trás das cortinas de ferro.Por outro lado,vejo que a própria lei alimenta e favorece advogados numa grande distorção do exercicío profissional,
já são conhecidos os episódios em que protegidos pelas garantias legais,defensor-advogado se convertia em intermediário para fazer chegar até seus "clientes" celulares,drogas,e armas,arquitetando e projetando planos de extorsões,assaltos a Bancos e Residências.E a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) não estará sendo conivente e tolerante com o crime e a degradação da imagem da classe?Não seria oportuno que está instituição fiscalizasse ou colocasse um garrote nestes advogados defensores desses seus "clientes" suspeitos, que sejam identificados,processados e trancafiados por colaborarem com esse braço alimentador para o crime organizado,diante dessa guerra civil e mazelas existentes nesse MOTE.Até quando? nossa sociedade viverá horizontes perdidos pelas delongas e pitongas de alguns senhores ilustres que deveriam ser os guardiões da moralidade ordem e respeito? Diante desses acontecimentos, vem à lembrança do saudoso poeta Lauro Rodrigues que retrata fielmente nesse verso o mapa atual do poder do crime e dessas mazelas encravadas na raíz dessa Pátria BRASIL ." Tenho pena de ti senzala branca / Desta coletividade honesta e franca /Que de tanto esperar, já desespera / Tuas vicerás são campos de imundicíes /Onde o virús malsão das canalhicies / Se robustece,cresce e prolifera. "

EDEGAR SOARES
Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 21/07/2006
Código do texto: T199121

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 58 anos
152 textos (22140 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:30)
Edegar SOARES