Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUESTÃO DE OVO

Muito se tem escrito sobre as tragédias que pipocam no país e no mundo, a mídia noticia crises em todos os níveis, principalmente no social, na moral e na ética.

Nunca se discutiu tanto os caminhos e as tendências da humanidade, os relacionamentos interpessoais. Mais do que nunca se fala de amor, amizade, liberdade, dos papéis de cada um na sociedade. Discute-se sobre os novos atores da história, os governantes, os políticos, os pais, as mães, os filhos, as escolas, os maridos, as esposas, as instituições, o ecosistema.

Enquanto isso, avançam na conquista de reconhecimento, na extinção de preconceitos e barreiras, as minorias historicamente desorganizadas, mas atualmente progredindo na consciência da necessidade de uma articulação eficaz e produtiva.

Pesquisa-se a origem e o cerne de todas as questões pertinentes não só ao destino, mas também à evolução dos habitantes do planeta. E o homem,  não contente com o que vê aqui, lança-se ao desbravamento de outros mundos, e então entramos no âmbito do filosófico e prático,  sobre a relativização da importância desta parte da galáxia até agora conhecida e reinante no Universo.

A fome, a educação, a moradia, a saúde, outros direitos e satisfações básicas do homem ainda não foram resolvidos.

A vida, o bem de maior valor das gentes, está ameaçada e mesmo sendo ceifada pela guerra, pela violência, pelo poder, pela ausência de valores e mecanismos para a sua preservação, num processo de involução.

Muitos são felizes, contudo, o desequilíbrio entre os que se situam nesta condição e  os que vêem frustrados seus desejos e sonhos, produz uma zona de conflitos que desafia os sistemas vigentes.

As religiões se multiplicam como forma de satisfazer o homem na busca da sua essência e satisfação de anseios íntimos e pragmáticos.

Se tivermos uma visão em caleidoscópio, considerando onde o ser humano coloca seu coração, seu sentimento e sua alma, veremos que a semente é única e que tudo tem origem no mesmo OVO.



26/07/2006
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 26/07/2006
Reeditado em 17/10/2012
Código do texto: T202763
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ((Diana Gonçalves - pseudônimo) http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1908). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA GONÇALVES
São Paulo - São Paulo - Brasil
647 textos (752977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:33)
DIANA GONÇALVES

Site do Escritor