Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS NÁDEGAS E O FERIADO!

Sem demagogia, mas, como eu abomino essa cultura da ociosidade. Depois de um feriado prolongado cá estamos nós. O país parou e nós continuamos com nossas vidinhas e uma sexta-feira facultativa. Meus maiores pesadelos são pelos pensamentos que as pessoas têm com relação ao feriado. Pensam que o feriado foi programado, inventado para elas, pobres coitadas! O feriado é simplesmente para estacionar o país com seu veículo burocrático falido. Atuamos apenas como coadjuvantes. Mas, mesmo assim há saltos e brados de alegrias, afinal, vamos poder descansar por alguns dias. Feriado na terra dos tupiniquins é dia cult, bem como, fazer apologia ao ócio é cool. Não queremos nem saber. Que se danem as pessoas que precisam da burocracia! Queremos é sambar e mostrar as nádegas!
Natalino Oliveira
Enviado por Natalino Oliveira em 30/05/2005
Reeditado em 16/04/2009
Código do texto: T20779
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Natalino Oliveira
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil
29 textos (2315 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:03)
Natalino Oliveira