Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Religião - Código Moral Retrógrado e Teoricamente Indispensável

Pessoas impõem coisas a outras pessoas, apesar de não ser sensato é muito comum, algo que não deveria acontecer, mas faz parte do comportamento natural de indivíduos que convivem em sociedade.

Algo que me deixa indignado é a imposição religiosa, na qual catalogam valores que aplicam e impõem aos fiéis.

A religião é algo realmente interessante, depende da perspectiva em que é tratada; pode ser algo bom, alias nem bom, pode ser ótimo, ou simplesmente descartável até prejudicial.

Vejamos:

A religião católica é uma das mais interessantes, segundo a interpretação bíblica, quando Jesus diz a Pedro: “Tu és Pedro e sobre esta pedra construirei a minha Igreja e as portas do inferno nunca levarão vantagem sobre ela. Eu te darei as chaves do reino dos céus, e TUDO QUE LIGARES NA TERRA SERÁ LIGADO NOS CÉUS, E TUDO QUE DESLIGARES NA TERRA SERÁ DESLIGADO NOS CÉUS.” (Mateus 16:18)

Bom, “tudo que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo que desligares na terra será desligado nos céus”.

Muito conveniente, assim Jesus da poder absoluto a Pedro, a dirigir a igreja, isso significa que se Pedro quisesse acrescentar ou diminuir alguns dos X mandamentos ele poderia; já imaginou se desse algum surto psicótico em Pedro ou em qualquer outro papa, ele poderia muito bem criar uma “lei” em que deve-se sacrificar um bebe em toda quarta-feira de cinzas, e fieis teriam seguido, afinal, ta na bíblia! Tudo que o tal Pedro ligar na terra seria ligado também no céu, foi o próprio Jesus quem disse.

Muita conveniência, mantendo assim os fiéis obedientes, afinal Jesus deu essa autoridade a Pedro que foi passando essa autoridade a outros homens – os Papas.

Outra contradição é que a igreja católica se opõe a pratica de adivinhações por parte de adivinhos – pais de santo, cartomantes.

Segundo a igreja, DESTINO não existe, ninguém nasce predestinado a algo, eles alegam que um deus (claro que não acredito em destino) tem um plano pra cada um, mas não definem como destino, senão cairiam em contradição quanto aos maníacos, assassinos, políticos, e toda a linhagem de pessoas que praticam algo danoso a vida.

Mas... na bíblia não lembro qual é o livro, onde Jesus diz a Pedro que este o negaria três vezes antes que o galo cantasse, e assim segundo a bíblia aconteceu (claro que eu não acredito).

Oras se não há maneira de prever o futuro, como Jesus o fez? “ah mas ele é deus, deus sabe tudo, deus pode tudo, deus etc”

Ta então um ser dotado de poderes, no caso Jesus, sendo deus, tem esse poder de “adivinhar o futuro”. Ele “leu” o futuro, então Pedro estava predestinado a negar Jesus, algo que deveria acontecer, estava escrito? – É mais uma contradição bíblica.

Sacramentos:

Segundo a igreja católica, o matrimonio é algo realmente sério, se duas pessoas aceitam este sacramento, tem que ser “ate que a morte os separe”, um casal divorciado não pode ter total acesso a certos “benefícios” que a igreja tem a oferecer, como a comunhão.

Porque perante deus este casal esta vivendo em pecado; também não podem participar ativamente de cerimônias como batizados e casamentos, - já que não podem ser padrinhos.

Mas como Jesus disse a Pedro, que ele tem autoridade, se este casal pagar uma taxa que varia muito, na media 05 salários mínimo, estes serão libertos da responsabilidade que assumiram, o sacramento deixará de ter validade, podendo assim voltar as atividades normalmente.

Então o dinheiro compra a anuência do sacramento. rs .. legal isso hein.

Tem também o sacramento do batismo, se uma pessoa não é batizada, esta é pagã! Se a mesma morrer antes do batismo, sua alma já esta condenada, por isso batizam logo após o nascimento.

Oras, ninguém pediu pra nascer, já que nasceu tem que seguir as linhas impostas pela igreja senão queimará no inferno em agonia por toda a eternidade. (Fala serio !).

A igreja católica também é contra o uso de preservativos, alias ela é contra todo e qualquer tipo de método anticoncepcional. Pregam a castidade!

Bom pedir a nós para sermos castos em plena realidade em que vivemos é mais do que absurdo, é pré-histórico, claro que ninguém vai sair por ai praticando o ato de perpetuação da espécie irresponsavelmente, varia de pessoa a pessoa.
 
Religiões impõem limites a população, claro que os mandamentos cujos princípios se aplicam à sociedade como um todo, como não matar, não roubar se encaixaram no passado como se encaixa em no presente e sempre concordaremos que matar e roubar é não é bom.

Outro aspecto negativo é o fato dessa “manipulação de pensar”, induz a população a se opor ao progresso cientifico, onde colocam o homem como prepotente querendo alcançar os poderes de deus.

Aspectos positivos:

A igreja impondo certos valores, mantém de um certo modo a população “na linha”. Pode parecer absurdo, mas existem pessoas que não matam e não roubam (cito sempre estes que são mais universais) porque têm medo de irem para o inferno após a morte.

Outro ponto positivo: pessoas buscam religiões em momentos de fraqueza, a religião acaba fazendo o papel de psicóloga;  a partir do momento em que o individuo acredita que algum ser maior esta olhando por ele, logo este individuo que estava em momentos “difíceis” cria forças, é motivado, não que alguma divindade tenha intervindo mesmo porque elas não existem; mas esse buscou forças dentro de si mesmo, autoconfiança é uma arma muito forte.

Acho que tudo que eu citei acima se aplica em todas religiões em grosso modo, e por que o ser humano é tão supersticioso, espiritualista?

Todos sabemos que vamos morrer, isso independente de raça, credo, classe social, todos tem essa certeza, alias é a única certeza que temos; então questionamos, a idéia de que “morreu acabou” é indigerível, então tendem a acreditar que há um propósito para suas vidas, justificando a existência, tornando a vida mais fácil, saber que a vida continua, é um sentido.

O contrario do que a maioria pensa, saber que a vida não tem sentido, que quando morrermos tudo acabará; é mais uma motivação para aproveitar melhor nossas vidas, já que são únicas, mas muitos só se mantém pelo fato de acreditar em algo maior, fraqueza ? Talvez... É o estilo de vida deles.

Fenômenos meteorológicos foram uns dos grandes contribuintes para o desenvolvimento espiritual do homem primitivo; raios trovões, os primitivos interpretavam esses acontecimentos como manifestações de deuses.

O eco também foi um propulsor, onde os primitivos ouviam o eco nas cavernas, causados por suas próprias vozes.

Mas um dos mais fantásticos com certeza foi o SONO. Esses homens primitivos quando dormiam, sonhavam, quando acordavam pensavam ter viajado, seus companheiros afirmavam que jamais saíram do local em que dormiam, logo concluíam que algum tipo de energia saia de seus corpos inertes durante o sono e viajavam para outros lugares, no caso assim deduziam que era a ALMA.

Existem milhares de depoimentos de pessoas que dizem ter tido experiência pós-morte; psicólogos afirmam que essas situações são causadas pelo fato de termos milhares de células cerebrais, onde essas disparam aleatoriamente impulsos elétricos que causam uma luminosidade; na região responsável pela visão, onde existe uma concentração maior de células, então quem vive esse tipo de experiência tende a acreditar que viu um TÚNEL, uma passagem da vida para a morte.

Essas luzes não prejudicam a visão, já que é um fenômeno interno, talvez as sensações de conforto que essas pessoas dizem ter sentido durante a “experiência pós-morte” rs, seja causada pela endorfina. Nosso cérebro é capaz de nos enganar – efeitos psicossomáticos.

Possessão demoníaca

O exorcismo é um assunto que causa discussões entre religiosos, cientistas, filósofos e é claro: entre fies. Mas afinal porque uma pessoa é possuída por alguma entidade imaterial?

Segundo religiosos, uma pessoa esta em estado de pecado, não busca redenção, suas defesas contra entidades demoníacas ficam vulneráveis, assim as chances dessa pessoa ser possuída é maior, seu espírito estando fraco pode ser possuído.

Oras católicos são apenas 18 % da população mundial (apesar de serem a maioria) desses 18% duvido que todos sejam freqüentes a igreja, então seria lógico que o restante da população mundial fossem possuídos com freqüência por demônios, já imaginou você ta no cinema vendo um filme de terror, sem mais nem menos a pessoa que está ao seu lado é possuída, estaríamos convivendo o tempo todo com possuídos, os piores seriam as crianças, demônios já não tem uma boa fama, ainda possuindo o corpo de um atentado por natureza, seria um caos.

Na idade média, até mesmo antes, queimavam-se pessoas que apresentassem algum comportamento estranho, como mudança de voz, dilatação das pupilas, contração dos nervos; deduziam que era possessão demoníaca, então esses “possuídos” eram jogados em fogueiras para que seus espíritos fossem libertados. O incrível é que até hoje se confundem epilepsia, ou surtos psicóticos com possessões demoníacas.

Se uma tempestade destruía uma plantação, logo comentavam que era castigo de deus ou deuses, alguns minérios quando entram em contato com o fogo, podem provocar vários tipos de reações, deduziam que tinham poder de cura; “pó mágico”.

Então veio a meteorologia e explicou os fenômenos meteorológicos, assim como a química explicou as reações químicas.

Um dia a religião morrerá, ainda há muita cosia que a ciência não tem explicação, mas em um futuro próximo ou distante, mistérios serão desvendados, assim como a 50 anos atrás a fé era maior, também em 50 anos a fé tende a diminuir.

O tempo consome tudo!

Apesar do ponto de vista negativo, a religião é bem útil, sustenta pessoas que não têm equilíbrio emocional para lidar com certas situações da vida, e mantendo os fieis na “linha” sem dúvida é importante, mesmo sendo de um método retrógrado, já que seria muito mais interessante se as pessoas tivessem uma liberdade maior de pensamento, uma critica, não cometendo infrações não com medo de “queimar nas chamas do inferno” mas sim pela sua consciência, sabendo diferenciar o bom e ruim por si mesmo.
Chaos Theory
Enviado por Chaos Theory em 09/08/2006
Reeditado em 14/08/2006
Código do texto: T212603

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaos Theory
Itajubá - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
78 textos (11378 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 15:04)
Chaos Theory