Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU SONHO

MEU SONHO

“Não sinta medo, para não atrair críticas. Não permita que a inveja, a malícia, a idéia de vingança e o ressentimento encontrem lugar em sua mente”.

Tenho um sonho, sonho alentador, que a vida na terra seja de nuanças e cheia de amor.
Sonho com a esperança de que os hominais voltarão a se respeitar, a compreender, a perdoar, a amar e a se confraternizar, sendo leais uns com os outros, serem mais fraternos, humildes, humanos e não insanos.
Sonho com o dia radiante, brilhante, refrescante em que, novamente, um ser será valorizado por aquilo que faz, e não por aquilo que tem, e o que a resultante seja a paz.
Sonho com o dia em que, as pessoas buscarão umas nas outras a verdadeira beleza, a fraternidade, a caridade, e o companheirismo que realmente importa naquela qualidade inata que está na alma, que arrebatas corações e eleva o espírito ao amor divinal.
Como o dia em que, os homens vivenciarão a ligação divina que os destinam e não ferirão jamais, os companheiros de luta, de labuta, e que a recompensa seja as amizades sinceras, austeras e repletas de esplendor.
Como o dia em que, o amor não mais será distorcido, malogrado, inventado e enganador, mas, que será sim, libertador. Um amor que se dá, e se recebe, sem cobranças, sem desesperanças, pois o amor não é exigente é consciente e conseqüente.
Como o dia em que o diálogo prevalecerá sobre a selvageria e a barbárie, que não se matem em objetivos bestiais.
O dia em que os homens educarão mais suas crianças no presente, para não terem que puní-las no futuro, pois a criança de hoje será o homem do amanhã.
Como o dia em que, o homem possa não concordar com uma só palavra que seu semelhante diga, mas lutará bravamente, pelo direito que o mesmo tem em dizê-las.
Como o dia em que os homens terão uma só e mesma crença, onde as disputas religiosas, que tantos inocentes faz e já fez, serão apenas mais umas lembranças ruins, daquelas que o tempo apagará um dia.
Com o dia em que, as máquinas prepararão o solo para o plantio, e onde os tanques e as tropas armadas não mais desfilarão.
Com o dia em que a fome será um flagelo do passado, pois cada homem, com sua dignidade terão pão em sua mesa sempre farta.
Como o dia em que, os grandes homens, as grandes celebridades honrarão com suas grandes responsabilidades, esquecendo as atrocidades do passado, seja um manto sagrado que cobre de encanto uma geração feliz.
Como o dia em que, o trabalho será brindado pelo amor ao progresso, e se estenda ao amigo, ao indigente, que é gente como a gente, e aos esquecidos e renegados cujo sentimento de recompensa é ter feito o bem sem olhar a quem.
O dia em que, os homens enfrentarão seus problemas com a graça de um adulto, e não mais com a tristeza de uma criança, ressurge a esperança de um mundo melhor, humano e enaltecedor.
Com o dia em que, a morte será encarada como apenas mais uma etapa da vida, como o descanso dos guerreiros que tanto lutaram no decorrer de sua existência, uma passagem triunfal com certeza.
Sonho com a paz mundial que una todos os povos numa festa colossal e que haja a tão sonhada família universal, abarrotada do bem e esvaziada do mal.
Sonho com o dia em que os homens não mais terão vergonha de sonhar, porque sonhar será o único motivo que o manterá vivo, altivo, honrado e querido por seus pares e amigos e respeitado por seus inimigos.
Sonho com o dia em que, pais e filhos respeitarão cada qual, a sua individualidade e suas escolhas. E se apoiarão mutuamente, em grande harmonia, numa energia fluídica e sutil que vem do alto ectoplasmado por Deus e seus anjos serão os arcanjos do amor e da felicidade, igual a que sinta agora por esta plêiade de espíritos sábios que nessa encarnação receberam a missão digna de abraçar uma causa honrosa, defenderem a briosa das ingratidões diárias de pessoas insensatas, ingratas que querem subir nas costas alheia, mas a destinação deles será como um castelo de areia numa praia ensolarada, com a rajada do vento amigo desaparecerá e levará consigo os invejosos e ingratos que querem inserir nos fatos cotidianos uma corporação brilhante e valorosa, espezinhada, mais jamais vencida e que viverá sempre para tristeza dos incoerentes. Nesta inspiração quero agradecer as manifestações de carinho, de solidariedade e dizer que não é a idade que faz um homem feliz, e sim uma família harmoniosa e uma plêiade de amigos valorosos presentes e ausentes, que querem bem a gente e nos tornar honrado e feliz. Obrigado!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-ESTUDANTE DE JORNALISMO DA FGF (FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA)

Paivinhajornalista
Enviado por Paivinhajornalista em 12/08/2006
Código do texto: T215065
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paivinhajornalista
Fortaleza - Ceará - Brasil
2093 textos (759349 leituras)
1 e-livros (161 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:43)
Paivinhajornalista