Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SERÁ QUE ELA EXISTE? OPINEM......!!!!!

“Felicidade é uma árvore de doirados pomos,
  Existe sim mas nós não a encontramos,
  Pois nunca estamos onde nós a pomos
  e nunca a pomos onde nós estamos”.

Esta é uma estrofe de um poema de um autor que desconheço e ela me fez  refletir sobre essa tal felicidade.
Afinal?.... Ela existe e nunca estamos onde nós a pomos como ele diz, ou o autor estava só poetando.?...
Tem outra “hipótese” de um grande terapeuta que é  a seguinte:  explica ele, com muita propriedade ( quase acreditei), que a felicidade é uma CONDIÇÃO do ser humano. Nós nascemos com ela, mas deixamos que ela nos escape usando o nosso livre arbítrio de forma “errada”, deixando o NEGATIVISMO  entrar  no nosso “coração”. Mas, sabem o que é o negativo  dele? O ciúme, a raiva, a mágoa, a tristeza,  e por aí vai. Só sentimentos. Devemos conviver com a alegria daquela “criança” que existe dentro de nós.  Não fazer depender a felicidade daquilo que não depende de nós (isso é verdade)e podemos ser felizes sem precisar de nada que venha de fora, pois ela está dentro de cada um e eu pergunto: será que esses sentimentos ditos NEGATIVOS,  também inerentes ao ser humano, podem ser  evitados?
Sei perfeitamente que as coisas MATERIAIS são infinitas e não podemos depender de nada que venha de “fora” para sermos felizes, materialmente falando, mas os sentimentos ditos NEGATIVOS, todos que ele cita, não há um ser que não o  sinta um dia. (ou todo dia quase).
Somos às vezes até obrigados a  vivenciá-los,  pois só crescemos se sofrermos e sofremos pelas contingências da vida a não ser que sejamos insensíveis. Olha essa do poeta Vinícios de Morais:  só me sinto “feliz e inspirado” se tiver me sentindo  triste. A tristeza é a minha eterna companheira,  se tiver um pensamento ou sentimento negativo como por exemplo : a perda de uma ilusão, de um amor, até de um  pôr -de –sol ,ou  um raiar de uma aurora, ah! Como me sinto inspirado! E diga-se de passagem: uma das músicas mais bonitas dele, se se pode  dizer assim, chama-se “Bom dia tristeza”, feita na Itália, quando numa manhã,  levantou –se sem a sua companheira inseparável:a tristeza! Quando ela foi chegando de mansinho ele a saudou com uma das mais belas páginas das suas maravilhosas canções, com múisica do também grande Adoniram Barbosa!!! Durma-se com um barulho desses. E tem ainda o “refrão” da maioria:” felicidade são momentos!, são os altos e baixos que sentimos no nosso dia-a-dia!
Bah! Querem falar,  opininar, comentar, sobre essa “misteriosa” e tão buscada, falada, cantada, sonhada, poetisada  felicidade????
ESCREVAM SOBRE ELA!
dezinha
Enviado por dezinha em 23/08/2006
Código do texto: T223711
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dezinha
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
175 textos (13643 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:35)